Secretário apresenta na CDL números e perspectivas da economia sergipana

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 26/07/2013 às 02:51:00

O secretário de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), Saumíneo Nascimento, atendeu ao convite da Câmara de Dirigentes Lojistas de Aracaju (CDL) para participar do programa 'Conversando com o Lojista'. Durante a reunião-almoço, que aconteceu nesta quinta-feira, na sede da entidade, ele expôs o crescimento empresarial de Sergipe, suas perspectivas e desafios para um público formado, em sua maioria, por empresários do comércio, lojistas, líderes de entidades empresariais e associados do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC). O evento também contou com a presença de toda a diretoria da Codise.
Para o presidente da CDL, Samuel Shuster, o tema além de ter sido bastante atrativo, abordou questões relativas ao comércio sergipano e destacou o nome de grandes grupos empresarias que estão chegando por aqui. "A atração de novas empresas para Sergipe gera perspectivas de novos empregos e a vinda de mais pessoas para o Estado, criando um público consumidor do comércio e movimentando ainda mais a nossa economia", disse ao destacar que segundo informações recebidas, por mês 400 famílias entram em Sergipe.   Saumíneo Nascimento iniciou sua palestra traçando um panorama geral sobre a economia mundial, no Brasil, para depois chegar aos dados de Sergipe. De acordo com o secretário, o Brasil é o 13º país em transparência nas suas contas públicas. "Temos um PIB crescente, o maior PIB per capita do Nordeste e dois terços da nossa economia é formado por empresas de comércio e serviços", disse ao destacar que embora as estatísticas demonstrem que esse ano os comerciantes desses setores estejam  com um "pé no freio" para as compras em todo o país, outro setor da economia sergipana, o industrial, não para de crescer.
"Até junho deste ano 253 empresas chegaram a Sergipe incentivadas pelo Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI), promovendo a geração de 15.255 empregos e representando um investimento privado na ordem de R$ 2,2 bilhões", divulgou o secretário, destacando que entre as grandes marcas que estão chegando em Sergipe estão as empresas Engevix, Amsia Motors, Bull Motocicletas, Yazaki e Saint-Gobain.