A SAFRA RECORDE DE MILHO

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 29/07/2013 às 23:03:00

Sergipe deu a volta por cima, foi mais forte do que a intempérie, a adversidade da seca que reduziu ano passado a menos da metade a safra de milho. E o milho é hoje o principal produto da renovada agricultura Sergipana. Zezinho Sobral, Secretário da Agricultura, um construtor permanente do otimismo fundamentado em muito trabalho, alimenta a perspectiva realista de uma safra de milho ultrapassando um milhão de toneladas, o que nos deixaria seguramente na posição já conquistada de segundo produtor de milho na região nordeste. A cultura do milho hoje se expande do sertão, passando pelo agreste, chegando até os massapés úmidos da região da Cotinguiba, e é o resultado do fortalecimento da agricultura familiar, consequência direta da reforma agrária e da participação de agroempresários que acreditaram na produção em escala do milho, antes restrita em Sergipe aos pequenos roçados. Agora resta a adoção de práticas ecologicamente recomendáveis para que com o tempo se aposentem os agrotóxicos e os herbicidas.