Governo acompanha evolução da empresa de telemarketing

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 31/07/2013 às 02:46:00

Atualmente, 3.500 empregos foram gerados e a previsão até o fim do ano é de fechar o número de 5.000 pessoas empregadas. Este é o resultado apresentado pela empresa de telemarketing do grupo italiano AlmavivA, visitada na segunda-feira, 29, pelo secretário do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), Saumíneo Nascimento, acompanhado do vice-presidente do grupo AlmavivA e diretor das operações no país, Giulio Salomone. A chegada da AlmavivA no Estado se deve ao contato do governador Marcelo Déda com os investidores do Grupo durante a sua participação no Seminário Internacional Brasil-Itália, realizado em 2011, na capital italiana, Roma.
"Ao chegar às instalações da empresa, a primeira impressão é de confraternização, onde um grande número de jovens circula e interage num ambiente de aspecto limpo e organizado", comentou o secretário Saumíneo Nascimento. Com apenas cinco meses de funcionamento, a AlmavivA investiu no Estado, até o momento, R$ 30 milhões e tem evoluído constantemente na geração de empregos. Inaugurada em março de 2013, a empresa iniciou as atividades com 600 operadores e até o próximo mês de dezembro o empreendimento estará com a capacidade de gerar 5.000 empregos.

O vice-presidente do grupo AlmavivA, Giulio Salomone, ressalta que a filial instalada na capital sergipana foi um sucesso nas operações, levando em consideração o tempo de construção e a quantidade de empregos gerados. "Para a equipe que trabalhou desde o início, para nossos operadores, para todos os funcionários e para os diretores da AlmavivA foi realmente um sucesso, graças também à qualidade das pessoas que estão aqui em Aracaju", relata Giulio.