ORSSE com regente e solista convidados

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Marco Pereira - Forte influência jazzística e da música latina
Marco Pereira - Forte influência jazzística e da música latina

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 06/08/2013 às 15:04:00

Na próxima quinta-feira, 8, às 20h30, o Teatro Tobias Barreto, em Aracaju, receberá mais um importante concerto da Orquestra Sinfônica de Sergipe (ORSSE). O grupo, que vem se destacando ao longo da temporada com concertos que tem surpreendido o público e a crítica, sobe ao palco do maior teatro de Sergipe sob a regência do maestro Leonardo David e com solos do violonista Marco Pereira.

A apresentação contará com a execução da Sinfonia nº2, op.43, em ré maior, de Jean Sibelius, considerada a mais universal de todas as sinfonias deste compositor. Seu primeiro movimento está construído em forma sonata, utilizando pequenos motivos melódicos que se sucedem de um instrumento a outro. O segundo inicia com uma melodia no fagote, tendo como acompanhamento um pizzicato dos violoncellos e contrabaixos, e por fim, no terceiro movimento, o tema percorre todos os naipes da orquestra.

Além desta grande sinfonia, completam o concerto as peças 'Suíte das Águas' e 'Círculo dos amantes', ambas de autoria do solista da noite, Marco Pereira, que promete emocionar o público com solos inesquecíveis no violão e que marcam o concerto com o selo do Brasil Sinfônico, uma simbologia dada pela ORSSE às apresentações que trazem peças brasileiras em seu repertório. "Essa é um peça que dará ao concerto um misto entre popular e erudito e que com certeza agradará bastante o público", destaca o maestro assistente da ORSSE, Daniel Nery.

Os ingressos do concerto já estão a venda na bilheteria do teatro e custam R$20 (inteira) e R$10 (meia). A temporada 2013 da ORSSE é promovida pelo Governo de Sergipe, através da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), e pelo Instituto Banese, com patrocínio do Ministério da Cultura (MinC), através da Lei Rouanet, e do Banese.
 
Sobre o regente e solista - Leonardo David é maestro titular e diretor artístico da Orquestra de Câmara Camerata (SESI/ES) e Coro do SESI/ES. Foi o fundador e regente da Orquestra Camerata Jovem da Faculdade de Música do Espírito Santo, com a qual realizou diversas apresentações pelo Espírito Santo, São Paulo e Minas Gerais. É regente e coordenador dos coros e orquestra da IEBV.

Desde setembro de 2008 é aluno de regência do renomado Maestro Isaac Karabtchevsky, e atuou diante de orquestras como 'World Youth Orchestra', 'Orquestra Sinfônica Nacional do Paraguay', 'Orquestra Sinfônica de Recife', 'Orquestra Sinfônica de Porto Alegre', 'Orquestra Sinfônica de Barra Mansa', 'Junge Philharmonie Salzburg', 'Orquestra de Câmara do Espírito Santo', 'Orquestra de Câmara do SESIMINAS' e Orquestra Bachiana Filarmônica, de São Paulo, esta última em recente concerto na Sala São Paulo.

Já Marco Pereira, teve seus primeiros estudos de violão sob a orientação do mestre uruguaio Isaias Sávio, no Conservatório Dramático e Musical de São Paulo. Possui o título de 'Mestre em Violão', pela Université Musicale Internationale de Paris, e defendeu tese sobre a música de Heitor Villa-Lobos no Departamento de Musicologia da Universidade de Paris-Sorbonne.

Em Paris, recebeu forte influência jazzística e também de música latino-americana, o que caracteriza, especialmente, o seu trabalho de composição. Apresentou-se em países como Alemanha, França, Suiça, Dinamarca, Canadá e Estados Unidos. Na Espanha, obteve dois prêmios em importantes concursos internacionais como o 'Concurso Andrés Segóvia' e 'Concurso Francisco Tárrega'.

Ele carrega ainda em seu currículo a criação dos cursos de Violão Superior e Harmonia Funcional, na UnB, em Brasília; a gravação de dois discos pelo selo Som da Gente, de São Paulo; além de gravações com artistas como Zélia Duncan, Edu Lobo, Cássia Eller, Gilberto Gil, Gal Costa, Wagner Tiso, Daniela Mercury, Zizi Possi, Rildo Hora, Paulinho da Viola, Tom Jobim, Milton Nasci mento, Leila Pinheiro, Fátima Guedes, Nelson Gonçalves e Roberto  Carlos, entre outros.