Municípios petrolíferos capacitam seus agentes de desenvolvimento

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 08/08/2013 às 11:34:00

"O curso é de grande valia, essa parceria com o Sebrae vai dar uma alavancada no desenvolvimento das micro e pequenas empresas de General Maynard. O primeiro passo é trabalhar para a implementação da Lei Geral, montar o Centro do Empreendedor e estimular que as empresas se formalizem, pois quem está na informalidade fica impedido de participar de licitações públicas e de vender para o município", diz Aldo Costa, agente de desenvolvimento de General Maynard.

Aldo e mais 15 técnicos estão tendo oportunidade de participar do Curso de Formação Básica do Agente de Desenvolvimento, que está sendo realizado no Hotel da Costa até sexta feira, 09 de agosto. Os participantes foram indicados pelas Prefeituras de General Maynard, Carmópolis, Siriri, Divina Pastora e Laranjeiras. A ação faz parte das atividades desenvolvidas pelo projeto Fincar o Pé, coordenado pelo Sebrae e Petrobras.

capacitação está sendo ministrada pela consultora do Sebrae, Mari Ofsiany. "Mostramos aos agentes a importância de se criar políticas públicas direcionadas para o segmento empresarial. Eles serão o elo entre a gestão municipal e a classe empreendedora. Com a regulamentação e implementação da Lei Geral é possível criar condições mais favoráveis para os pequenos negócios e menos burocráticas, e utilizar o poder de compras governamental para estimular a economia local. Outro ponto importante é trabalhar o MEI - Micro Empreendedor Individual, e a instalação da Central do Empreendedor", destaca Mari Ofsiany.

Segundo Ana Nunes, gestora pelo Sebrae do Projeto Petróleo e Gás, a proposta é estimular os agentes a serem condutores do processo de mudança nas suas localidades, trabalhando para o desenvolvimento do município, buscando melhorar o ambiente dos pequenos negócios, sempre com foco nos resultados. "Desenvolvimento local está associado a crescimento econômico, e micro e pequenas empresas são as molas propulsoras desse processo, gerando emprego e renda", alerta Ana.