Jackson busca investimentos para Sergipe em Brasília

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O governador em exercício durante audiência com o presidente da Infraero
O governador em exercício durante audiência com o presidente da Infraero

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 15/08/2013 às 03:19:00

Em Brasília desde segunda-feira, 12, o governador em exercício Jackson Barreto cumpre uma extensa agenda de reuniões para capitalizar recursos para obras estruturantes em Sergipe. Transporte ferroviário, saneamento básico e políticas públicas de inclusão foram algumas das áreas discutidas e que serão beneficiadas em breve.

A licitação para reforma do terminal de passageiro do aeroporto Santa Maria, em Aracaju, também foi tema da estadia de Jackson Barreto na capital federal. O governador em exercício solicitou ao presidente da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero), Gustavo do Vale, rapidez no processo licitatório.

Durante a audiência, Jackson explicou que com a licitação da pista de pouso aprovada, resta esta última etapa para que as obras tenham início. A reforma de modernização e ampliação do aeroporto Santa Maria está orçada em R$ 363.790.143,89, sendo R$ 62.401.042,89 pelo Governo de Sergipe e R$ 301.389.101,00, por conta da Infraero.

Comissão de Senado - Ainda na terça-feira, 13, Jackson participou da reunião da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado Federal que aprovou a operação de crédito de U$ 150 milhões destinados ao fortalecimento de políticas sociais.

Os recursos do Banco Mundial (Bird) foram deferidos pelo plenário do Senado e assegurados pela diretora do Banco Mundial (Bird) para o Brasil, Deborah Wetzel, durante reunião com Jackson Barreto na tarde de terça. A liberação da verba depende, agora, do parecer da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional.

Saneamento - Para aumentar a rede de saneamento e esgotamento sanitário nos municípios sergipanos, favorecendo a saúde da população, Jackson Barreto reuniu-se com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, e solicitou a inclusão de cidades sergipanas no Programa de Aceleração do Crescimento 2 (PAC2).
O pedido do governador em exercício abrange os municípios com mais de 70 mil habitantes e aqueles com menos de 50 mil. Para o primeiro grupo, o Governo de Sergipe pleiteia R$ 500 milhões. No segundo, o objetivo são a soma de R$ 90 milhões. Segundo Mirian Belchior, até o final de agosto, o Governo Federal deverá concluir a lista das cidades contempladas em todo o País.

As cidades que poderão ser contempladas no PAC2 são Aracaju, Lagarto, Nossa Senhora do Socorro, Itabaiana e Lagarto.

Ferrovia - Durante encontro com o ministro dos Transportes, César Borges, Jackson Barreto recebeu a garantia de que Sergipe integrará a ferrovia que ligará Feira de Santana, na Bahia, à Ipojuca, em Pernambuco. A ferrovia terá 893 km de extensão, cortando 37 municípios nos estados da Bahia, Sergipe, Alagoas e Pernambuco. Com o investimento, será possível integrar as rodovias, garantindo várias possibilidades na logística de cargas pelo interior do Nordeste.

César Borges também se comprometeu em dar celeridade aos licenciamentos para a duplicação da BR-101 e para a implementação da BR-235. Através dessa obra de 82 quilômetros, que une os municípios de Carira (SE) a Jeremoabo (BA), será possível escoar a produção frutífera de Juazeiro (BA) e Petrolina (PE) até o Porto de Sergipe.