Conduzir veículos sem CNH é a principal infração de trânsito nas rodovias estaduais

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 16/08/2013 às 02:50:00

A Polícia Militar de Sergipe, através da Companhia de Polícia Rodoviária Estadual (CPRv), vem intensificando o policiamento e as fiscalizações nas rodovias estaduais com o objetivo de disciplinar o tráfego de veículos e minimizar as ocorrências de acidentes de trânsito.

Nesses oito meses de 2013 foram realizadas dezenas de operações em todas as regiões do Estado, o que resultou em um aumento significativo do número de condutores fiscalizados e autuados, comparado com todo o ano de 2012.

De janeiro a agosto de 2013, a CPRv confeccionou 8.500 autos de infração, sendo que 2.006 autos foram por conduzir veículo sem possuir Carteira Nacional de Habilitação (Art. 162 I do CTB). Esta infração obteve a maior incidência no ranking das infrações que foram registradas pela CPRv, sendo os condutores de motocicletas os maiores infratores.

Estatísticas - Em relação às demais infrações, durante os primeiros oito meses de fiscalização nas rodovias estaduais deste ano, foram confeccionados diversos autos de infração por irregularidades no trânsito. Foram eles: 1.601 autos por licenciamento vencido, 1.074 por conduzir veículos sem documentos de porte obrigatório, 587 autuações por conduzir motocicleta sem o uso do capacete de segurança, 379 infrações pelo não uso do cinto de segurança, 335 por conduzir veículo sem equipamento obrigatório e 272 autos de infração por dirigir veículo com CNH vencida.

De acordo com o capitão Gilmar, comandante da CPRv, a Companhia de Polícia Rodoviária, durante a realização de seus trabalhos preventivo nas rodovias, vem frequentemente se deparando com pessoas conduzindo veículos "motocicletas" sem serem habilitadas para esse fim. Esse tipo de atitude coloca em risco a sua vida e a dos demais usuários das rodovias, pois não é somente o fato de saber guiar um veículo.