Representantes do Fórum Empresarial debatem desenvolvimento turístico de Sergipe

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 21/08/2013 às 02:59:00

"A questão da malha aérea brasileira é um dos gargalos do turismo sergipano". A afirmativa é de Elber Batalha Filho, secretário de Estado do Turismo, convidado de ontem(20) da reunião-almoço do Fórum Empresarial de Sergipe. Segundo Batalha, é preciso "abrir o céu do Brasil" para que companhias aéreas de outros países possam voar em território local e gerar maior competitividade. "Isso irá gerar a queda nos valores das tarifas e fará de Sergipe um destino consolidado", garante o secretário.

O tema escolhido para o encontro foi ´Novas perspectivas de investimentos para o desenvolvimento do turismo sergipano´. Ao ser sabatinado pelos representantes das entidades filiadas ao Fórum, Elber Batalha apresentou a Parceria Público-Privada (PPP) como uma ótima opção ao desenvolvimento turístico, dentre outras ações. Ainda segundo o secretário, Sergipe tem curtas distâncias, o que fornece ao turista um grande mix de atrativos. "Vale a pena investir em turismo. Prova disso são os grandes Réveillons do Brasil, promovidos inclusive por empresários", informa.

Ainda segundo Batalha, serão investidos em Sergipe 100 milhões de dólares do Prodetur/BID para obras como: construção do novo aeroporto, rodovia Santa Luzia do Itanhy e reforma do Centro de Turismo de Aracaju. "Ainda esta semana iniciaremos a segunda etapa da sinalização turística da cidade. A primeira foi realizada à época de Edvaldo Nogueira. Na sinalização utilizamos imagens/ícones, dada a universalidade da iconografia", diz.

Para Roger Barros, coordenador do Fórum Empresarial de Sergipe, o Estado necessita de uma política de desenvolvimento para o turismo. "Sergipe carece de uma política sustentável. Turismo é um dos setores que mais cresce no país, e o Nordeste vem se destacando neste cenário", declara Barros. O convite ao secretário surgiu como forma de fortalecer a troca de ideias, já que muitos associados do Fórum são da área turística. "Em de nível de política de desenvolvimento do turismo local, é interessante sabermos o que vem sendo feito e o que pode ser realizado", diz Barros.

Ainda esta semana, o Fórum Empresarial de Sergipe irá enviar um documento ao secretário Elber Batalha Filho com o resumo das demandas geradas durante a reunião-almoço. "Esta é uma forma de acompanharmos melhor os desdobramentos dessas ações e cobrar os resultados. O turismo é um setor de suma importância para a economia, para o desenvolvimento e para a geração de emprego e renda", informa o coordenador.