Arrecadação Federal em Sergipe somou mais de R$ 302,3 milhões em julho

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 27/08/2013 às 02:41:00

Análise realizada pelo Boletim Sergipe Econômico, parceria do Núcleo de Informações Econômicas (NIE) da Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES) e do Departamento de Economia da UFS, com base nos dados da Receita Federal, apontou que a arrecadação federal em Sergipe, no mês de julho deste ano, foi de R$ 302,3 milhões. Em termos reais (valores descontados pela inflação), a arrecadação do sétimo mês do ano apresentou crescimento de 60,7% sobre o mesmo mês do ano passado. No comparativo com junho deste ano, houve crescimento real de 7,5%.

A arrecadação federal no estado, de janeiro a julho deste ano, superou todo o montante arrecadado em todo o ano passado. Ao longo de 2012, foram recolhidos aos cofres da união mais de R$ 1,872 bilhão enquanto que nos primeiros sete meses de 2013, já foram arrecadados mais de R$ 2,1 bilhões.

Vale ressaltar que a partir de janeiro de 2013, os dados da Receita Federal do Brasil incorporaram as Receitas Previdenciárias, as quais elevaram consideravelmente o montante arrecadado pela Federação no estado.

Composição - Dentre os montantes administrados pela Receita Federal do Brasil, a principal fonte da arrecadação no mês de análise foi a receita previdenciária, que somou R$ 127,5 milhões, correspondendo a 42% do total arrecadado no estado. Em seguida, se destacou o recolhimento do Imposto de Renda (IR) que alcançou R$ 70,8 milhões.

A arrecadação da COFINS (Contribuição Social para Financiamento da Seguridade Social) ficou em R$ 42,4 milhões, enquanto que a CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) somou pouco mais de R$ 20 milhões. O IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) totalizou R$ 9 milhões recolhidos aos cofres da União, no mês de junho.