Em busca de soluções

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 30/08/2013 às 02:41:00

A água é um recurso essencial para a vida do ser humano. Por isso, levando em conta o desenvolvimento do mundo, é inimaginável pensar que o serviço de distribuição de água, em algumas cidades, ainda aconteça de forma precária. Mas, infelizmente, acontece. Em São Cristóvão, por exemplo, as torneiras das casas recebem quase que diariamente uma água de péssima qualidade.

Mesmo pagando para desfrutar do recurso em suas residências, as famílias precisam conviver com esse descaso. Isso quando não acontece a falta de abastecimento, que é quase constante em algumas localidades do município, a exemplo do Centro Histórico e da Cidade Baixa.

Preocupada com essa situação, a prefeita Rivanda Batalha está buscando recursos junto ao Ministério das Cidades, a fim de solucionar definitivamente a problemática. Acompanhada do secretário Geral de Governo, Armando Batalha, a gestora levou a questão à Brasília nesta semana, por entender que não é possível permanecer neste sofrimento. Além deles, o senador Antônio Carlos Valadares e o deputado federal Valadares Filho também estiveram na caminhada.
"Precisamos urgentemente de recursos para a realização da troca de filtros, bombas, e de melhorias na vazão dos rios que abastecem as localidades. É necessário fazer uma reestruturação do sistema o quanto antes, resolvendo de uma vez esta situação que tanto aflige os moradores", destacou Rivanda.

"FAMÍLIA CIDADÃ"
A Prefeitura de Riachuelo vai lançar nesta sexta-feira (30), o novo programa "Família Cidadã", que fará uma transferência de renda mensal no valor de R$ 75, para 450 famílias em situação de vulnerabilidade social. A solenidade será realizada no Centro de Artesanato, às 15h. "A população de Riachuelo vive um novo momento, com as ações estruturantes e o desenvolvimento da cidade", afirma a prefeita Cândida Leite (PMDB). Todas as famílias cadastradas receberão o benefício diretamente no banco, através de um cartão de identificação com nome, número de RG, CPF e foto. Vale ressaltar que todo o programa é financiado com recursos do município.

NA BRONCA
Senador Eduardo Amorim (PSC-SE), em entrevista a Gilmar Carvalho na Rede Ilha, alertou sobre o projeto do Canal do Xingó, que apenas se estende até a cidade de Canindé. "E os outros municípios sergipanos, como ficam? A proposta que esta aí só vai até a cidade de Canindé, ela não estende até Nossa Senhora da Glória, São Miguel do Aleixo, Monte Alegre,  Poço Redondo, Porto da Folha, Gararú.. É isso que eu me preocupo! Nós queremos que o canal deságue no Rio Sergipe. Quanto tempo ainda temos que esperar? Na verdade, não existe nenhuma obra relevante do Governo do Estado realizada no sertão sergipano", desabafou o parlamentar, que  ainda enfatizou em sua fala que a gestão deveria sair do comodismo e individualismo.

PRESERVAÇÃO I
Na última quarta-feira (28) , a presidenta da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia legislativa, deputada estadual Ana Lúcia (PT), solicitou oficialmente a intervenção da Ministra Luiza Bairros, da Secretaria de Políticas de Promoção da  Igualdade Racial (Seppir), para atuar firmemente para a preservação da vida das pessoas que vivem nas comunidades remanescentes de quilombo localizadas na região de Brejo Grande, bem como para a efetivação dos seus direitos.

PRESERVAÇÃO II
A deputada também comunicou oficialmente o ocorrido, enviando vídeo com a íntegra da sessão plenária, e solicitou a intervenção de diversos órgãos envolvidos com a questão, a exemplo da Superintendência da Polícia Federal em Sergipe, da Superintendência do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária em Sergipe (Incra), do Ministério Público Federal e do Movimento Nacional de Direitos Humanos em Sergipe.