Sergipano será destaque em Encontro Internacional sobre Pessoas Idosas

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O artista plástico Leonardo Alencar
O artista plástico Leonardo Alencar

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 28/09/2013 às 03:08:00

No período de 30/09 a 2/10, a Secretaria de Direitos Humanos e a Organização Ibero-Americana de Seguridade Social realizam o 3º Encontro Ibero-Americano sobre Direitos Humanos das Pessoas Idosas na Região.

Na oportunidade, Sergipe será destaque por meio do artista plástico Leonardo Alencar, que foi o escolhido para compor a capa do livro Estatuto do Idoso, que será lançado e distribuído entre os representantes dos 13 países presentes no Encontro, e em todos os municípios brasileiros posteriormente. "É um momento que merece todo o destaque, não somente porque é um artista genuinamente sergipano, mas sobretudo por estar com todo o seu vigor criativo tendo atingido os 73 anos de idade com tamanha excelência. Merece todos os aplausos possíveis", explana o secretário de Estado dos Direitos Humanos, Luiz Eduardo Oliva.
"Fazer essa exposição no Encontro é uma grande oportunidade porque infelizmente a ideia que ainda se tem do artista é que quando ele envelhece, ele não é mais capaz de produzir. Com meu trabalho eu posso desmistificar isso. Artista não se aposenta. Perguntaram certa vez a Picasso qual teria sido a melhor obra da vida dele, e ele respondeu, a próxima. Assim penso e assim todos os idosos devem pensar independente da área em que atuam", conta o artista plástico.

O evento, que será em Brasília, marca a comemoração dos dez anos do Estatuto do Idoso, e tem como objetivo debater temas relativos à garantia de direitos com foco na seguridade social, saúde, combate e prevenção da violência, diálogo social e participação das pessoas idosas. Participam do encontro cerca de 300 pessoas, vindas do Brasil e mais 13 países. Deste total, metade são oriundos da sociedade civil e metade do governo. Os participantes foram indicados pelo Comitê Internacional Preparatório ao 3º Encontro Ibero-Americano sobre Direitos Humanos das Pessoas Idosas na Região.