Diretoria do Banese recebe comissão de deputados que apura venda da conta da PMA

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Comissão da Assembleia Legislativa ouve explanação da presidente do Banese, Vera Lúcia de Oliveira
Comissão da Assembleia Legislativa ouve explanação da presidente do Banese, Vera Lúcia de Oliveira

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 28/09/2013 às 03:09:00

A Comissão Especial Temporária constituída pela Assembleia Legislativa de Sergipe para acompanhar a questão da venda da conta da Prefeitura de Aracaju no Banco do Estado de Sergipe (Banese) foi recebida nesta sexta-feira, 27, pela Diretoria Executiva do Banco, no Distrito Industrial. Participaram do encontro a coordenadora da Comissão, deputada Ana Lúcia (PT), além dos deputados Garibalde Mendonça (PMDB), Zeca da Silva (PSC) e Capitão Samuel (PSL).

Na ocasião, a presidente do Banese, Vera Lúcia de Oliveira, fez uma apresentação dos principais indicadores do Banco, classificando-o como uma instituição financeira sólida, muito bem avaliada pelo Banco Central. Apesar disso, a presidente confirmou que o Banese não participará da licitação proposta pela Prefeitura e que o Banco certamente terá prejuízos com a perda da conta do município, o seu primeiro maior cliente depois do Governo do Estado.

Os parlamentares saíram satisfeitos da reunião, que avaliaram como positiva para os trabalhos da Comissão. "A Assembleia Legislativa é um Poder constituído para legislar e fiscalizar, mas tem também um papel mediador", explicou a deputada Ana Lúcia, acrescentando que o Colegiado de 24 deputados autorizou a formação da Comissão Temporária para mediar essa questão da conta do Banese porque não deseja que o Banco do Estado seja prejudicado.
"O Banese é uma empresa da população, um patrimônio que precisa ser preservado, não queremos que ele seja prejudicado", disse Ana Lúcia. Ela informou que a Comissão agora irá se reunir com o governador em exercício, Jackson Barreto, e com o prefeito de Aracaju, João Alves Filho, em busca de alternativas para resolver a questão. Além disso, a Comissão vai dialogar ainda com representantes do Sindicato dos Bancários e com os representantes dos bancos públicos interessados em participar da licitação da conta da PMA: Caixa Econômica, Banco do Brasil e Banco do Nordeste.