Expressão corporal agrada público da VII Semana Sergipana de Dança

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 09/10/2013 às 03:22:00

A expressão corporal caracterizada pela sincronia de movimentos marcou a atuação dos artistas participantes da VII Semana Sergipana de Dança, evento realizado pela Secretaria de Estado da Cultura (Secult) e Instituto Banese, com apoio do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Diversão e Entretenimento de Sergipe (Sated/SE). Na noite dessa segunda-feira, 7, a terceira do evento, a performance de dois grupos e uma apresentação solo despertaram aplausos no público que compareceu ao Teatro Atheneu.

O primeiro dos três espetáculos apresentados nessa terceira noite da VII Semana Sergipana de Dança foi 'Poema de Sangue', uma criação que busca transcender a linha tênue entre as diversas linguagens artísticas. Mediante a atuação de Leilinha Nascimento, a apresentação reuniu dança, dramaturgia, música e literatura de poemas numa coreografia que caminha entre o romance e o drama.

No espetáculo 'Dançando em terras misteriosas', artistas da Cia. de Dança Carpe Diem ocuparam o palco do Teatro Atheneu em um segundo momento da programação. O espetáculo é desenvolvido na linguagem da Dança Oriental, com interpretação teatral inspirada no filme 'Piratas do Caribe'.

O ponto alto desta apresentação se dá quando capitão Rey desembarca na ilha misteriosa, atraído para uma taverna por Mary, interpretada pela bailarina Mara Mahayla, que distrai o capitão e seus marujos enquanto um tesouro é roubado do navio. Os detalhes dessa aventura podem ser percebidos em cada passo coreografado, capaz de gerar grandes expectativas no público.

O último espetáculo da noite, denominado 'Enigma - Uma viagem ao tempo', de Nelson Santos Companhia de Dança, convidou o espectador a mergulhar no universo de sensações misteriosas, da música e do movimento. Na apresentação, o mistério se faz presente em algo não permanente, como um deserto em constante transformação. Cada movimento corporal expressa um enigma que remete sensações experimentadas e transmitidas em situações diversas, manifestadas através da alegria, da raiva ou da tristeza.