Falta de segurança pode provocar paralisação de ônibus

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 12/10/2013 às 13:10:00

O número de assaltos a ônibus em Aracaju e região metropolitana já chega a 465 casos somente este ano, sendo mais que o dobro de registros feitos no mesmo período de 2012, que contabilizou 214 ocorrências.
O levantamento feito pela diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário do Município de Aracaju (Sinttra) inclui as linhas de ônibus de todas as empresas que operam na capital sergipana, Barra dos Coqueiros, São Cristóvão, Laranjeiras e Nossa Senhora do Socorro.
"Os trabalhadores e passageiros estão convivendo com uma realidade de dois assaltos por dia. O problema exige uma solução urgente", cobra Miguel Belarmino da Paixão, presidente do Sinttra. O movimento dos rodoviários anunciou nesta semana que se não houver uma ação do poder público e classe patronal para resolver o problema, haverá greve a partir de terça-feira, 15 de outubro.

As linhas mais críticas, segundo o Sinttra, são Piabeta, Conjunto Jardim, Parque dos Faróis, Santa Maria, e as que passam pelo terminal Maracaju. Ele destaca que as ações adotadas até agora a exemplo do sistema eletrônico de segurança nos ônibus não estão trazendo resultados satisfatórios e os assaltos continuam acontecendo a qualquer hora do dia, impactando na operacionalização do trabalho. "Por causa dos crescentes assaltos, cobradores e motoristas temem trabalhar durante a noite, o que vem causando um esvaziamento no número de profissionais neste turno e também de usuários que estão optando por outras formas de transporte com medo de assaltos", revela.  

O assunto será discutido na tarde da próxima segunda-feira, 14, entre representantes do sindicato, empresas de ônibus e Secretaria de Segurança Pública (SSP). O objetivo da reunião é debater ações integradas que possam reduzir o número de assaltos a ônibus e evitar uma greve dos rodoviários, que programam mobilizações e suspensão da frota a partir das 19h de terça-feira.

Mais 30 ônibus novos começam a circular


O prefeito João Alves Filho entregou na manhã de ontem, no estacionamento dos Mercados Centrais, mais 30 ônibus novos da Viação Atalaia em substituição aos que foram retirados emergencialmente do sistema de transporte.  Os novos veículos são automáticos, proporcionando maior conforto e comodidade aos motoristas e passageiros, além de contar com todo o sistema de segurança denominado "Anjos da Guarda", onde o ônibus apenas se movimenta com as portas fechadas.

O prefeito João Alves salientou a importância de entregar o penúltimo lote de novos ônibus à população. "Apesar das dificuldades em conseguir uma empresa que tivesse a quantidade de ônibus necessário para suprir as nossas necessidades, hoje estamos entregando o penúltimo lote. Faltam apenas mais 30 ônibus, pois nossa meta é dar tranquilidade a nossa população que utiliza o transporte coletivo".
"Todos os ônibus são modernos com elevadores e cadeira especial, além de serem veículos alongados, comportando um número bem maior de passageiros. Evidentemente que o que desejamos como ideal apenas será realizado com a licitação. Tivemos algumas dificuldades porque a licitação que foi aberta pelo meu antecessor, já que o processo estava errado e beneficiava apenas a capital, excluindo as outras cidades da Grande Aracaju. O Ministério Público contestou judicialmente, e apenas conseguimos resolver essa questão em setembro, onde foram dadas algumas orientações, não apenas para Aracaju como também para as outras cidades que estão envolvidas no sistema integrado. Tenho certeza que até o mês de dezembro estaremos realizando a licitação", destacou o prefeito.