JOGOS UNIVERSITÁRIOS

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 12/10/2013 às 13:21:00

1 - Duas entidades concentram as atenções dos estudantes universitários. A que congrega a representatividade reivindicatória (Diretório Acadêmico) e a entidade que se preocupa unicamente com o desporto. Cada uma desempenha o seu papel, procurando atender aos anseios dos estudantes do ensino superior. Tem ainda como emissária de todas as unidades universitárias, o Diretório Central e a Federação Atlética dos Estudantes de Sergipe. A tradicional FAES, de bons presidentes no passado e no presente, mais recentemente Israel, Nilton, Antônio Vieira, Iran, Edson Barros, responsável pela promoção do norte-nordeste de futsal, com Sergipe ficando na terceira colocação e das conquistas de dois títulos nacionais no handebol-feminino, nos Jogos Universitários. Os atrativos JUBs, que o Presidente Flávio Mendonça luta visando sediar em Aracaju.

2 - O empenho do presidente Flávio Mendonça na candidatura de Aracaju vem encontrando eco, tanto assim que secretários municipais, com a presença de Paulo Souza, da CBDU, estiveram reunidos, abordando as condições de nossa capital em sediar, o mais importante evento brasileiro do desporto universitário. O dirigente da CBDU enfatizou após o encontro com a PMA, que Aracaju será forte candidata, possuindo condições técnicas. Quanto às principais instalações esportivas que serão ocupadas pelo evento, têm a administração do estado, o Secretário Mauricio Pimentel, da SEEL, já garantiu a liberação, por considerar os Jogos Universitários, competição de importância nacional e oportunidade de congraçamento de estudantes brasileiros. Eloy, secretário municipal, empresta todo o seu apoio aos Jogos Universitários, com a participação de 4 mil atletas durante 15 dias, movimentando Aracaju com estudantes como nunca. Sendo assim, a iniciativa do presidente Flávio Mendonça será plenamente vitoriosa.

Meio de Campo
PREJUDICAR A SELEÇÃO
O cansaço da longa viagem e o fuso horário devem prejudicar o desempenho da seleção brasileira, no amistoso de hoje contra a Coreia do Sul, disse o técnico Luiz Felipe Scolari.

VESTIR A BRAÇADEIRA
Capitão da seleção brasileira na reestréia de Felipão, em fevereiro, o zagueiro David Luiz voltará a vestir a braçadeira, no amistoso de hoje contra a Coreia do Sul. Ao lado de Dante, ele terá um desafio especial no World Cup Stadium: essa dupla de zaga ainda não ganhou um jogo atuando pela seleção brasileira. David e Dante participaram da derrota para a Inglaterra (2 a 1), em fevereiro, e do empate com a Itália, em março.

CONVOCAÇÃO DE DIEGO
O pesadelo logístico da viagem à Ásia para os amistosos contra Coreia do Sul e Zâmbia, não foi o único assunto a incomodar Felipão na entrevista coletiva. O treinador ficou irritado com uma pergunta sobre a decisão do atacante Diego Costa, do Atlético de Madrid, de jogar pela Espanha. E se recusou a descartar uma convocação do jogador.

Cartão Amarelo
Diretores do Confiança e Sergipe não consideram ruins os dois times na mesma chave na Copa. Vai terminar nenhum se classificando.

Cartão Vermelho
Leandro e Lucão não voltam mais.

Gol de Placa
Excelente escolha: Ernando Rodrigues, Diretor de Futebol do Confiança. Acertou o presidente Luiz Roberto.