Instituto promove debate sobre mídia e lança livro de Albano Franco

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
Aspecto da abertura do Seminário promovido pelo Instituto Augusto franco
Aspecto da abertura do Seminário promovido pelo Instituto Augusto franco

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 29/10/2013 às 01:19:00

O governador em exercício, Jackson Barreto, foi o responsável por abrir oficialmente na tarde desta segunda-feira, 28, o seminário 'Mídia e Sociedade', promovido pelo Instituto Augusto Franco no hotel Radisson, em Aracaju.

Na programação, palestras de dois renomeados jornalistas: o sergipano Ancelmo Góis, do jornal O Globo; e Eliane Cantanhêde, da Folha de São Paulo, além do lançamento do livro 'Discursos selecionados', que trata da trajetória do ex-governador de Sergipe e presidente do Instituto, Albano Franco, à frente da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Ao discursar o governador em exercício enalteceu o papel desempenhado pela imprensa, sobretudo como peça fundamental no regime democrático. "Eu vejo este evento como algo que me faz relembrar a nossa geração, algo que marcou a vida deste país, que foi a luta pela liberdade, a luta pela democracia. Este Seminário traduz acima de tudo aquilo que é fundamental numa democracia: a liberdade de expressão", afirmou.

Jackson destacou ainda o lançamento do livro que retrata a passagem do empresário e ex-governador Albano Franco pela CNI. "Ele coloca as linhas fundamentais do que pensa sobre desenvolvimento e economia, com um pensamento nacional, mas sem esquecer das suas raízes sergipanas. Albano foi um dos mais jovens presidentes da CNI em um momento difícil para o país porque vivíamos o estado de exceção", acrescentou.

O ex-governador se disse honrado com a realização do evento, descrevendo-o ainda como uma homenagem ao seu pai. "Como presidente do Instituto Augusto Franco todos os anos temos o compromisso em fazer um seminário para debater assuntos de interesse nacional e hoje é sobre a imprensa, trazendo dois dos maiores jornalistas do Brasil. Não podemos esquecer que o Dr. Augusto Franco foi a inspiração maior das nossas vidas", observou Albano.

Palestras - 'Desafios da mídia em tempos de internet' foi o tema da palestra proferida pela jornalista Eliane Cantanhêde, dando início às atividades. Em sua passagem pela capital sergipana ela destacou que o maior desafio da mídia é ser melhor do que já é. "Hoje você tem tanta competição, tanta informação que você precisa ser melhor do que você mesmo".

A jornalista ressaltou também uma característica da mídia internacional, onde "tudo é assinado embaixo. Ou você põe a sua 'cara' ou põe o seu nome e a sua foto. É diferente da internet que ainda é uma selva de pedras em que cada um escreve o que quer e tem muita gente anônima".

Por fim, o jornalista Ancelmo Góis, natural de Frei Paulo, ao conduzir a palestra 'A terra treme. A imprensa também', relembrou momentos de sua trajetória jornalística de modo a ilustrar a evolução na velocidade com que as informações se propagam.
"Esse mundo novo tem uma velocidade espantosa; as coisas nesse mundo da internet, das mídias sociais, a impressão que passa é que o dia não tem mais 24h, mas 23, 22, já que é tudo muito rápido", colocou Ancelmo, que em sua explanação focou nas consequências dessas novas tecnologias para o jornalismo e o cenário político.