Palco do IV TobiArte foi de cultura e alegria para espectadores e artista

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 29/10/2013 às 01:27:00

O IV Festival de Arte de Tobias Barreto manteve sua tradição de levar ao público a cultura sergipana nas mais diversas manifestações artísticas, cerca de 50, distribuídas em cinco dias de programação, de 23 a 27 de outubro. Grupos de teatro, dança, música e folclore apresentaram-se ao público tobiense e também a visitantes de municípios vizinhos da cidade distante 120 km de Aracaju, no centro-sul de Sergipe.
"O festival a cada ano tem tido uma evolução que tem me surpreendido. Estamos no início do processo, mas ele tem sido revolucionário na sua concepção, na beleza, no entendimento da nossa sociedade. É bom dizer que o povo está feliz com o que está acontecendo em Tobias Barreto. E percebemos também que os artistas que estiveram nas nossas arenas, praças e salas de espetáculos estão encantados por Tobias Barreto, pelo nosso público, pela forma como são recebidos, e pela estrutura que o Tobiarte tem oferecido aos grupos", destaca o secretário de Cultura de Tobias Barreto, Josenilson Bispo dos Santos.

A Praça do Cruzeiro foi o cenário principal das apresentações. Montada com o apoio do Governo do Estado, a Arena Aderbal Correia recebeu arquibancadas e uma grande estrutura de luz e som para abrigar a Lira Musical N. Sra. Imperatriz dos Campos, de Tobias Barreto; a Cia. Contempodança, de Aracaju; os Caboclinhos do Povoado Duro, de Itapotanga D'Ajuda; o Imbuaça, de Aracaju; a Raízes Nordestinas, de Poço Redondo; o Risocínico, de Estância; a Orquestra Sinfônica 28 de Agosto, de Itabaiana; a Cia Stultifera Navis, a dupla Chiko Queiroga e Antônio Rogério, a Palhaça Carmela e a Cia. Imprevisíveis, todas de Aracaju, e outras dezenas de grupos artísticos e culturais de Sergipe.

A atriz Isabel Santos esteve pela primeira vez na cidade com o Imbuaça, grupo de teatro de rua mais antigo do país. "O TobiArte está de parabéns por representar a democratização da arte. O Imbuaça nunca veio aqui em Tobias Barreto em 36 anos e hoje nós tivemos esse público gigantesco", atestou Isabel.