"Não disputo o poder pelo poder", afirma João Alves

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 03/07/2012 às 15:25:00

O candidato a prefeito do DEM, João Alves Filho,  disse que "nunca pensei na minha vida em disputar o poder pelo poder. Eu disputo o poder é para servir ao meu povo".
O ex-governador disse que analisou bem e estudou muito antes de decidir ser candidato. "Não pretendia voltar à prefeitura, mas senti que Aracaju está vivendo um momento terrível, e que não é percebido por quem mora na zona sul, mas quem mora na periferia vê um quadro extremamente lamentável, especialmente a população mais pobre".
Segundo João Alves, os problemas aracajuanos estão em todas áreas. Citou  o transporte coletivo, limpeza publica, educação, saúde, creches, além da  falta de um planejamento integrado de desenvolvimento urbano..
"O transporte coletivo é deficiente e as unidades de saúde não atendem de forma satisfatória a população. Várias cidades com o mesmo porte e o mesmo orçamento de Aracaju vivem realidades totalmente diferentes, ou seja, vivem outra realidade bem melhor", disse.
Ele acrescentou: "Estamos aqui apresentando o nosso nome porque eu adoro Aracaju, eu nasci aqui, quero bem ao povo de Aracaju e resolvi me candidatar porque estou convencido que, pela mercê de Deus e a confiança do meu povo, posso transformar Aracaju em uma das melhores qualidade de vida do País, mas não de propagando, mas de fato, com índice de IDH comprovado".
Sobre o apoio dos Amorim, João Alves disse que política é somação. "Nós temos que nos somar. O objetivo é comum, o objetivo é nós podermos fazer uma obra realmente coletiva pelo interesse comunitário".