Severino Bispo anuncia apoio a Rogério Carvalho

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 09/11/2013 às 00:46:00

O militante petista Severino Bispo, que inscreveu uma chapa independente para o Diretório Estadual do Partido dos Trabalhadores e outra chapa para o diretório municipal em Aracaju, anunciou nesta sexta-feira, o apoio a candidatura do deputado federal Rogério Carvalho a presidência do PT. Severino fez o anúncio a centenas de militantes que integram as chapas que ele apoia. "No último congresso do PT, percebi que houve mudanças e que a militância poderia estar novamente ativa no partido. Mesmo estando 10 anos afastado por não ter tido espaço no PT, eu resolvi voltar a visitar os antigos companheiros e me surpreendi com a receptividade de cada um em todo o Estado. O nosso trabalho é de resgate daquela militância que foi isolada e até esquecida. E para nós já é uma vitória o que está acontecendo", comentou e falou da  decisão de votar em Rogério Carvalho "Eu sei o que é que é romper com o poder e permitir essa mudança no PT. Mesmo ele não ganhando, agora a militância terá que ser consultada, pois houve um renascimento de forças. A partir do dia 10 o PT em Sergipe não será mais o mesmo. E a eleição será uma surpresa em Aracaju".

Para Rogério, a adesão de Severino Bispo e seu grupo (como  também aconteceu com o militante Denilson Silva, na semana passada) é mais uma demonstração de que ele está no caminho certo: "Nós estamos trabalhando honestamente, sem desrespeitar ninguém, sem agredir, sem negar a história dos companheiros do partido como estão querendo colocar. O que nós estamos pedindo é simplesmente o direito de participar com toda a militância, é a voz dos movimentos sociais, dos trabalhadores sem terra, dos sindicalistas, dos trabalhadores rurais, da juventude, dos setoriais, de vereadores, jovens, prefeitos e deputados que também querem participar e que ao longo do tempo construíram suas histórias e contribuíram com a história do PT  e da política sergipana. Sem a classificação de "verdadeiro PT", "orgânico", sem essa demonstração clara de exclusão. Exclusão, inclusive, que não combina com os princípios do partido e aquilo que sempre foi pregado pelo nosso líder Lula da Silva. Nós temos o desafio de resgatar essa militância, de incluí-la no processo e a partir disso, discutir política, discutir a sociedade e fazer do PT um instrumento de interlocução de toda essa representação social com os governos, através dos mandatos e com a própria sociedade".
A eleição do PT será realizado neste domingo e além de Rogério disputam a presidência do diretório estadual os deputados Márcio Macêdo e Ana Lúcia.