Obras do PAC Prevenção Seca em andamento

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 19/11/2013 às 03:03:00

Iniciadas em outubro deste ano, as obras do PAC Prevenção Seca, executadas pela Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), estão em fase de consolidação. São três obras que abrangem o Sistema Integrado de Abastecimento de Água (SIAA) de Itabaianinha, Alto Sertão e Sertaneja. A meta é amenizar os efeitos da estiagem na região semiárida sergipana. Cerca de 150 mil habitantes terão a oferta de água ampliada até o final de 2014, quando está prevista a conclusão de execução dos projetos. Estão sendo investidos R$ 156 milhões com recursos do

Governo Federal e garantidos pelo Governo de Sergipe.

Nas três obras os moradores já podem ver frentes de trabalho concretizando a realidade tão esperada por muitos. "Antes a gente tinha dificuldade para conseguir água para cozinhar, beber, tomar banho e viver. Agora, eu tenho a esperança de que a situação vai melhorar, não teremos o que reclamar se a água chegar na torneira", diz a moradora de Umbaúba, Maria Bela, revelando que o momento é oportuno.

A ampliação da produção de água põe fim à dificuldade histórica de acesso às fontes de abastecimento, dando maior segurança hídrica pelas próximas duas décadas para população. A região onde estão inseridos os municípios de Itabaianinha, Umbaúba e Tomar do Geru, por exemplo, apresenta como característica o reduzido universo de alternativas de fonte de suprimento de água. No período de estiagem este cenário é agravado. Tais efeitos serão amenizados com a duplicação da adutora e de estruturas complementares como a construção de uma barragem de nível e Estação de Tratamento de Água (ETA).

A duplicação do SIAA de Itabaianinha foi a primeira a ser iniciada e é a mais adiantada no momento. Com o início das obras, as equipes estão focadas na implantação a adutora de água bruta em Umbaúba, na rede de distribuição no povoado Matinha e no reservatório apoiado de 600 m² em Itabaianinha. O investimento permite a construção de um sistema de produção onde será disponibilizado água potável para atender o crescimento populacional e a demanda das três cidades que envolvem o SIAA de Itabaianinha, além de povoados.