xxxxx

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 21/11/2013 às 21:24:00

A criação de em
pregos formais
em Sergipe obteve
seu melhor resultado
para o mês
de outubro dos últimos
10 anos. O dado
foi constatado pelo
levantamento que
acaba de ser divulgado
pelo Cadastro Geral
de Empregados e
Desempregados, do
Ministério do Trabalho
e Emprego (Caged/
MTE).
Em 31 dias foram
Sergipe bate recorde na geração de empregos
ocupadas 4.993 novas
vagas, frente às
3.139 de outubro
de 2012 - um acréscimo
de 59% (2/3).
Os maiores destaques
foram a indústria
de transformação,
com 2.208 novas
vagas, e a agropecuária,
com 1.757
novas vagas.
“Grande parte desse
acréscimo no número
de empregos
se deve ao fato da indústria
sucroalcooleira
ter voltado a
empregar, com o início
da safra”, avalia o
assessor econômico
do Governo de Sergipe,
Ricardo Lacerda.
Passa também pela
política estadual de
geração de empregos,
que entre 2007 e
2012 teve papel decisivo
para que fossem
criados em Sergipe
100 mil novos postos
de trabalho com carteira
assinada.
Uma das ações leva
o nome de Programa
Sergipano de Desenvolvimento
Industrial
(PSDI), que tem estimulado
o desenvolvimento
socioeconômico
estadual mediante
a concessão de
apoio aos investimentos,
em parceria
com prefeituras municipais