Inscrição no programa Mais Médicos é prorrogada

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 14/12/2013 às 00:12:00

Kátia Azevedo
katiaazevedo@jornaldodiase.com.br

O prazo para o encerramento de inscrições da terceira etapa do Programa Mais Médicos, marcado para ontem, foi prorrogado pelo Ministério da Saúde. A nova data ainda não foi divulgada.  
Ontem seria o último dia de inscrição para que médicos com registro profissional em outros países participassem da terceira etapa do Programa. O prazo para os formados no Brasil terminou no dia 9 deste mês.

De acordo com o chefe de Divisão de Convênio e Gestão do Ministério da Saúde em Sergipe, Anderson Farias, o órgão realizou na manhã de ontem uma reunião com representantes dos estados em Brasília para discutir o assunto, ficando definida a prorrogação do prazo. "A decisão em ampliar o prazo foi tomada para atender solicitação de estudantes de medicina que aguardam a conclusão do calendário letivo. Em decorrência deste fato, o Ministério da Saúde estará definindo uma nova data de encerramento das inscrições nos próximos dias. A decisão inclui tanto os profissionais como também os municípios", informou.

Anderson Farias lembra que o Ministério da Saúde decidiu aproveitar a chegada de novos médicos ao mercado de trabalho em dezembro para lançar a terceira etapa do programa, destacando que é neste mês em que se formam muitos médicos no Brasil.

A meta do governo federal é ampliar para 13 mil o número de médicos atuando no programa em cinco meses, atendendo a demanda apresentada pelos municípios. O objetivo é que todos sejam cobertos pelo ministério até março do ano que vem.

Em Sergipe, o Programa Mais Médicos conta atualmente com 79 profissionais distribuídos em 31 municípios. Os médicos, brasileiros ou estrangeiros com registro profissional em outros países, devem anexar, ao formulário, os documentos validados pelos consulados. Só podem participar aqueles com autorização para livre exercício da Medicina em país que tenha relação médico por habitante superior à do Brasil (1,8 por 1 mil).

Em Sergipe, dos 79 profissionais médicos, apenas 11 são brasileiros. Desses, dois são intercambistas (estudaram e se graduaram fora do Brasil). Os estrangeiros são todos de Cuba.
A terceira etapa do Programa Mais Médicos foi aberta pelo Ministério da Saúde no dia 28 através de portaria divulgada no Diário Oficial da União. Os interessados deverão se inscrever no site maismedicos.saude.gov.br.
Médicos com registro profissional em outros países devem anexar ao formulário os documentos validados pelos consulados na nova data.
Estarão disponíveis para o preenchimento de vagas nesta etapa todos os municípios que ainda não receberam nenhum profissional do Mais Médicos. Até o momento, dos 4.025 municípios e 25 distritos indígenas que aderiram ao programa, 1.099 cidades e 19 distritos indígenas contam com profissionais em atividade.

As regiões mais carentes do país, prioritárias para o programa, como as de Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) baixo e muito baixo, as localizadas no Semiárido, comunidades quilombolas, Vale do Jequitinhonha/Mucuri em Minas Gerais, no Médio Alto Uruguai no Rio Grande do Sul e no Vale do Ribeira em São Paulo, já contam com pelo menos um profissional do Mais Médicos. Com o novo edital, as cidades que aderiram à iniciativa também terão nova data para atualizar informações no sistema.
Lançado em 8 de julho pelo Governo Federal, o Mais Médicos faz parte de um amplo pacto de melhoria do atendimento aos usuários do SUS, com objetivo de acelerar os investimentos em infraestrutura nos hospitais e unidades de saúde e ampliar o número de médicos nas regiões carentes do país.