CDI incentiva municípios com menor IDH

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto

Publicada em 04/07/2012 às 15:06:00

A partir desse mês de julho, o Conselho de Desenvolvimento Industrial (CDI) passa a conceder, através da Companhia de Desenvolvimento Industrial e de Recursos Minerais de Sergipe (Codise), maiores descontos nas concessões de apoios locacionais para venda e aluguel de terrenos e galpões a municípios sergipanos com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).
A decisão foi tomada durante reunião do Conselho de Desenvolvimento Industrial (CDI), ocorrida na sede da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec), e visa estimular o desenvolvimento industrial nas regiões mais carentes do Estado.
Até essa data, as variáveis mais importantes para que fosse estabelecido o apoio locacional previsto no Programa Sergipano de Desenvolvimento Industrial (PSDI) eram a distância entre a cidade a ser instalado o empreendimento e a capital, o porte da empresa e a geração de empregos.
"As novas normas também vão privilegiar a distância e a geração de empregos, porém terá como variável mais significativa o IDH, ou seja, quanto menor o índice, maior o estímulo que o empresário vai ter em forma de desconto", explica o diretor-presidente da Codise, Décio Portella, ressaltando que nenhuma sede de município perderá a razão dos benefícios de que já dispunham.

Desconto - "Para exemplificar, podemos utilizar uma empresa que gera 50 empregos. Se ela se dispõe a comprar um terreno no município de Nossa Senhora do Socorro terá direito a um desconto de 32% sobre o valor do mercado. Se essa mesma empresa for para Poço Redondo, o desconto será de 82%", esclarece Décio Portella.
De acordo também com a decisão do CDI, quando o empreendimento for de relevante interesse social e estiver localizado exclusivamente na região do semi-árido e em cidades do Baixo São Francisco, com IDH até 0,590, o desconto poderá chegar até a 98%.
"As mudanças ocorridas demonstram um novo conceito, incluindo o IDH como fator importante na vantagem dada aos empresários que investem em municípios com menor índice. Essa iniciativa promove ainda mais a democratização do desenvolvimento, à medida que estimula a interiorização dos empreendimentos em localidades mais pobres, uma preocupação do governador Marcelo Déda", afirmou Carlos Augusto Franco, secretário em exercício da Sedetec.