Governo busca investimentos em mobilidade urbana, moradia e saneamento

Compartilhar:
Imprimir Aumentar Texto Diminuir Texto
O governador Jackson Barreto com a ministra do Planejamento
O governador Jackson Barreto com a ministra do Planejamento

Clique nas imagens para ampliar

Publicada em 13/03/2014 às 01:23:00

O governador Jackson Barreto esteve ontem em Brasília em busca de investimentos para Sergipe. Primeiramente o governador se reuniu com a ministra do Planejamento, Miriam Belchior, ocasião em que um corredor de transporte coletivo na Grande Aracaju foi um dos principais pedidos do governador à ministra. Como forma de agilizar a demanda de Sergipe, a ministra programou, já para a próxima semana, reunião técnica entre as equipes do ministério e do governo do Estado.

O novo projeto de mobilidade urbana, ligando Aracaju a Nossa Senhora do Socorro e São Cristóvão, é uma parceria entre o governo do Estado e a prefeitura de Aracaju. No valor de R$ 247 milhões, a nova rodovia pretende desafogar o trânsito da capital e cidades vizinhas. Técnicos da prefeitura de Aracaju também serão convidados para a reunião.

Na audiência, a ministra confirmou também que, em abril, lançará o edital para a duplicação da BR-101 entre Estância e a divisa com a Bahia. Convênio com o Ministério dos Transportes prevê a conclusão deste último trecho da BR-101 a ser duplicado.
O governador renovou, ainda, o pedido para a liberação de recursos destinados ao esgotamento sanitário da Aruana, na Zona de Expansão de Aracaju, e da Praia do Saco, em Estância, além da elaboração de projeto semelhante para Itabaiana. Nos dois primeiros casos, tratam-se de valores pendentes destinados à conclusão das obras.

A reforma, ampliação e modernização do Estádio Batistão também foi tema da audiência no Planejamento. Jackson Barreto pediu urgência na liberação de R$ 4,5 milhões necessários para adequar o estádio à Copa do Mundo deste ano. O local foi escolhido pela seleção da Grécia como centro de treinamento.
Por fim, Miriam Belchior prometeu interceder junto à Infraero e à Secretaria de Aviação Civil para assegurar o processo licitatório do Terminal de Passageiros do Aeroporto Santa Maria. O governador explicou que é preciso garantir a licitação no próximo mês de maio e que as obras aconteçam no âmbito do PAC 2. O terminal faz parte das obras de melhora e ampliação do aeroporto de Aracaju. Jackson priorizou o projeto de mobilidade urbana na Grande Aracaju

Moradia e saneamento - Em audiência com o presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Jorge Hereda, o governador Jackson Barreto pleiteou a liberação de R$ 160 milhões para obras do PAC e Minha Casa, Minha Vida. Os projetos abrangem obras como esgotamento sanitário e construção e reforma de unidades habitacionais em municípios de Sergipe.

O valor pleiteado é a contrapartida para projetos já aprovados, chamada de Cpac. O Termo de Habilitação da CEF é um dos últimos procedimentos necessários antes da liberação do financiamento, que destina-se na integralidade à infraestrutura. Hereda garantiu ao governador agilidade no aval da Caixa.
No mesmo encontro, Jackson Barreto pediu apoio da CEF à reestruturação do patrimônio histórico de Sergipe. Especificamente, o governador solicitou à autarquia recursos para a reforma da Catedral Metropolitana de Aracaju. O governador lembrou que a construção faz parte do patrimônio cultural do Estado.