Segunda, 15 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Moradores do povoado Aratu invadem secretaria em Socorro


Avatar

Publicado em 09 de março de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Milton Alves Júnior
 

Moradores do Povoado Aratu, município de Nossa Senhora do Socorro – região metropolitana de Aracaju -, ocuparam na manhã de ontem as dependências internas e externas da Secretaria Municipal de Assistência Social. Conforme denunciado ao JORNAL DO DIA, famílias da ocupação Nossa Senhora de Fátima estão sem o fornecimento de energia elétrica por deliberação irregular da administração municipal. Uma decisão judicial – formalizada após acordo firmado com a procuradoria de Socorro -, determina que o serviço não seja suspenso na localidade em virtude de o terreno – contendo 50 hectares -, ter sido doado aos mais de três mil moradores.
Assinada na última quinta-feira (7), pela Dra. Eunice Dantas Carvalho, Procuradora-chefe do Ministério Público Federal em Sergipe, a decisão judicial indica que: “a empresa IRO INDUSTRIA DE RECICLAGEM E COMERCIO DE MATERIAIS DE CONSTRUCAO LTDA destina/disponibiliza parcela do imóvel de sua área de propriedade, de aproximadamente 50 hectares, identificada em amarelo na planta da área total pertencente à empresa, bem como acréscimo da área contígua à antiga estação da rede ferroviária, onde se situa parte do Assentamento Nova Esperança e da Associação Comunitária Nossa Senhora de Fátima do Estado de Sergipe, com área em torno de 6,5 hectares, devidamente identificada pelas partes acordantes, devendo tais áreas serem transferidas para a posse imediata dos assentados cadastrados pela Secretaria de Assistência Social do Município de Nossa Senhora do Socorro/SE.”
O documento consta ainda que: “em até 180 dias a empresa IRO realizará o desmembramaneto e a transferência definitiva das áreas mencionadas na clausula anterior para a propriedade do Municipio de Nossa Senhora do Socoro/SE, com possibilidade de que esse ente possa realizar a futura transferência ao Estado ou à União, desde que vinculado à regularização fundiária das moradias dos ocupantes.” Na tarde de ontem a líder comunitária Gil Marques conversou com o JD e revelou que estava em um posto de atendimento da Empresa Energisa para saber o motivo da suspensão do serviço. Até às 17h45 de ontem o fornecimento não havia sido reestabelecido.

Urgência – Protocolado como correspondência emergencial, na manhã de ontem a Procuradoria Geral do Município encaminhou notificação direcionada ao presidente da Energisa destacando que: “nos autos de n° 0000389-78.2004.4.05.8500, em trâmite na 2ª Vara Federal de Sergipe, foi determinada a suspensão de energia em área do povoado Aratu, Nossa Senhora do Socorro – SE. Ocorre que o corte de energia procedido foi em área que exorbitou o objeto da Ação colocando em prejuízo milhares de famílias. Assim, requer o Município que a suspensão de energia fique restrita a área objeto da Ação n° 0000389-78.2004.4.05.8500, conforme demonstra o PRAD em anexo,
No mais, visando preservar a segurança da população, dos pedestres e dos condutores, se faz imprescindível que seja restabelecido imediatamente o fornecimento de energia elétrica no que diz respeito a iluminação pública na Rodovia das Indústrias.”

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade