Sábado, 18 De Maio De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Aeroporto suspende recebimento de doações para o Rio Grande do Sul


Avatar

Publicado em 11 de maio de 2024
Por Jornal Do Dia Se


As doações foram transportadas ontem de manhã (Divulgação/Aena)

Aracajuanos que buscam o aeroporto Santa Maria, na zona Sul da capital sergipana, com a finalidade de realizar doações direcionadas para o estado do Rio Grande do Sul, estão sendo orientados a seguir para outro ponto de arrecadação. A medida atípica – diante de um cenário de tragédia no solo gaúcho -, ocorre em virtude de o espaço destinado para depositar os donativos ter atingido o limite da capacidade. Por parte da organização deste serviço humanitário foi informado que, mesmo a partir do momento em que os lotes forem gradativamente enviados, não há perspectiva para que novas doações sejam recebidas. Até a tarde de ontem, Sergipe disponibilizava mais de 130 pontos de arrecadação; mais de 70% destes locais estão localizados nos municípios que compõem a região metropolitana de Aracaju.
Paralelo aos fardos contendo garrafas de água mineral, alimentos perecíveis e ração para cães e gatos, o acúmulo de roupas, cobertores e calçados – além de alguns brinquedos -, tem contribuíram para que o espaço superior a 200m² tenha sido ocupado em menos de cinco dias de campanha. Todo o material em bom estado de uso foi catalogado, dividido por lotes, e serão transportados com o suporte de aeronaves pertencentes à companhia aérea Azul. O estado de Sergipe tem se destacado nacionalmente. Pela Aena Brasil – empresa responsável por administrar aeroportos, a campanha arrecadou aproximadamente 300 toneladas de mantimentos em todos os 17 aeroportos administrados pela empresa. Somente em Aracaju foram 50 toneladas de mantimentos arrecadadas.
Na tentativa de manter o espírito solidário das pessoas que se depararam com a recusa, funcionários da companhia aérea e voluntários estão apresentando os pontos mais próximos – em especial em bairros da zona Sul -, capazes de receber o material. Conforme o JORNAL DO DIA destacou na edição da última terça-feira, 07, o governo do estado do Rio Grande do Sul confirmou que o número de gaúchos desabrigados ultrapassa a casa dos 1,2 milhões de pessoas. Ao todo, 90% das cidades foram afetadas – em média ou alta escala -, pelas chuvas que castigam o estado desde o início da semana passada. Esta constatação faz parte do balanço divulgado pela Defesa Civil na manhã de ontem.
Os levantamentos indicam que 435, das 497 cidades gaúchas, foram afetadas pelas tempestades; em termos percentuais esse impacto equivale a 87,5% do total. Ou seja, somente 62 não tiveram nenhum impacto relacionado às chuvas. A última atualização que trata do quantitativo oficial de óbitos registrou 118 casos; já o indicativo de pessoas desaparecidas permanece superior à 100 notificações. Profissionais do Corpo de Bombeiros Militar (CBM/SE), e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) permanecem em Porto Alegre colaborando com os trabalhos operacionais; conforme destacado pelo Governo de Sergipe, essa ação permanece por tempo ainda indeterminado. Esta semana, o JD também destacou que as equipes podem ser substituídas caso haja necessidade.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade