Domingo, 16 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Anthony é cortado após denúncia de agressão à ex


Publicado em 05 de setembro de 2023
Por Jornal Do Dia Se


Assim como o próprio treinador, apenas atletas que atuam no futebol nacional desembarcaram em Belém, local do duelo com a Bolívia. Foto: Vitor Silva/CBF

Os jogadores convocados por Fernando Diniz começaram a se apresentar à seleção brasileira, na madrugada desta segunda-feira, para iniciar a preparação com foco nas Eliminatórias da Copa do Mundo. Assim como o próprio treinador, apenas atletas que atuam no futebol nacional desembarcaram em Belém, local do duelo com a Bolívia. Já estão concentrados na capital paraense o goleiro Lucas Perri, do Botafogo, e o meia Raphael Veiga, do Palmeiras, além do zagueiro Nino e o volante André, ambos comandados por Diniz no Fluminense.
O pequeno grupo de quatro jogadores, que estiveram em campo pelo Campeonato Brasileiro ao longo do final de semana, fez um trabalho regenerativo no Mangueirão durante a tarde desta segunda. “Estou feliz com mais essa oportunidade, um ciclo novo, um treinador novo que já tive a oportunidade de trabalhar. Dois jogos importantes e que a gente possa começar muito bem”, disse Veiga.
Em função dos fatos de violência doméstica que vieram a público nesta segunda-feira (4), envolvendo o atacante Antony, do Manchester United, e que precisam ser apurados, e a fim de preservar a suposta vítima, o jogador, a Seleção Brasileira e a CBF, a entidade informa que o atleta está desconvocado da Seleção Brasileira.
Para o seu lugar, o técnico Fernando Diniz chamou Gabriel Jesus, que estava pré-selecionado em uma lista de 36 jogadores, enviada à FIFA.
 
Seleção Brasileira – Os demais jogadores eram esperados no período da noite, ainda nesta segunda. Por isso, o primeiro treinamento com o grupo completo será realizado só na terça-feira, a partir das 17h30. Há mudanças em relação à lista inicial divulgada por Diniz no dia 18 de agosto. O botafoguense Perri foi convocado porque Bento, do Athletico-PR, se lesionou. A principal mudança foi o corte de Vinícius Júnior, que sofreu uma lesão na coxa há uma semana, enquanto defendia o Real Madrid, e será substituído por Raphinha, do Barcelona.
O Brasil enfrenta a Bolívia na sexta-feira, um dia após o feriado de 7 de setembro, a partir das 21h45, no Mangueirão, no que será a estreia de Diniz no comando. Ele está atuando na seleção como interino, em paralelo ao seu trabalho no Fluminense, e, segundo a CBF, dará lugar a Carlo Ancelotti no meio de 2024. “É uma sensação de extrema alegria e prazer muito grande poder servir à seleção, uma honra sem igual, e a gente espera fazer o melhor possível”, afirmou o treinador.
Depois do compromisso em Belém, a delegação brasileira segue viagem para Lima, onde enfrentará o Peru pela segunda rodada das Eliminatórias, dia 12, às 23 horas, no Estádio Nacional.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE