Domingo, 14 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Aplicação do fumacê costal percorrerá os bairros Grageru e Porto Dantas nesta semana


Avatar

Publicado em 03 de janeiro de 2024
Por Jornal Do Dia Se


A Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), informa que, durante esta semana, o fumacê costal estará percorrendo os bairros Grageru e Porto Dantas, auxiliando no bloqueio de transmissão do mosquito Aedes Aegypti. Desta forma, o Município mantém uma rotina de ações de combate ao mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya.
Nesta quarta-feira (3), os profissionais atuarão com o fumacê no bairro Grageru, e na quinta-feira (4), no bairro Porto Dantas. Segundo o gerente do Programa Municipal de Combate ao Aedes Aegypti em Aracaju, Jeferson Santana, a pulverização ocorre das 17h às 19h. “A pulverização sempre é executada por agentes de endemias, os quais orientam a população a manter janelas e portas abertas para maior circulação do produto, ou seja, a vigilância deve ser constante nos possíveis criadouros”, ressalta.
Já o mutirão de combate ao Aedes Aegypti, que sempre ocorre aos sábados, e em parceria com a Emsurb, voltará no dia 13 de janeiro. Enquanto isso, proprietários de terrenos baldios e residências devem continuar atentos para não permitir o desenvolvimento de criadouros nos locais.
“O Aedes aegypti transmite doenças que podem matar e a participação da população é fundamental para o controle do vetor. A população precisa verificar os quintais, reservatórios de água sem proteção adequada, ralos, calhas, vasos de plantas, água da chuva, descarte de lixo, enfim, tudo que possa acumular água e se tornar um criadouro deve ser observado com atenção para evitar que se torne foco do mosquito”, orienta Jeferson Santana.
A atenção no combate ao mosquito deve ser redobrada no período de dezembro a março, quando há maior chance de infestação do inseto, devido ao calor causado pelo verão e registros de chuvas.
“O Aedes se adapta às condições climáticas mais quentes, portanto, com temperaturas elevadas e pancadas de chuvas, há probabilidade de aumento de criadouros e focos do mosquito. Mantemos o alerta para que as pessoas tenham uma rotina de limpeza em suas casas e locais de armazenamento de água. A água da chuva é limpa e faz com que o mosquito possa encontrar nesses depósitos os seus criadouros”, reitera o gerente.
Ainda de acordo com Jeferson, a população, ao identificar qualquer situação sobre focos de dengue, pode colaborar e informar à Saúde de Aracaju por meio da Ouvidoria, pelo telefone 0800 729 3534, na opção 2, ou pelo e-mail saú[email protected].

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade