Domingo, 21 De Julho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Editorial: Armados e bem pagos


Publicado em 10 de julho de 2024
Por Jornal Do Dia Se


O funcionalismo estadual é um só. A atenção oferecida pelo governo de Sergipe, no entanto, varia de acordo com a categoria profissional de cada servidor. Enquanto os professores da rede estadual não merecem nem mesmo promessas de diálogo, por exemplo, os agentes de segurança são tratados a pão de ló – uma questão de prioridades.
Quatorze mil servidores ativos e inativos do Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Polícia Científica, Polícia Civil e Polícia Penal de Sergipe logo estarão armados e bem pagos. A proposta encaminhada pelo governo para a apreciação da Assembleia Legislativa de Sergipe prevê um reajuste de 7% a partir de julho de 2024 e de até 7% a partir de agosto de 2025, entre outros benefícios.
Os agentes de segurança a serviço do governo de Sergipe não podem se queixar do governo de turno. Fabio Mitidieri sempre os recebe da melhor maneira possível. Em 2023, várias pautas encampadas pelos servidores da Segurança, a exemplo da promoção por tempo de serviço e do adicional de periculosidade, foram atendidas pelo governo. Agora, Mitidieri lhes abre o cofre do estado, mais uma vez.
Infelizmente, a generosidade do governador não se derrama sobre todo o funcionalismo com a mesma prodigalidade. Meses atrás, o governo de Sergipe foi à barra dos tribunais para impedir a greve dos professores da rede estadual de ensino, mobilizados em torno de uma pauta tão justa quanto a que foi agora atendida em favor dos agentes de segurança. Aos professores, no entanto, tudo indica, falta bala na agulha.
Dois pesos, duas medidas. Os servidores nas trincheiras da educação, no entanto, também fazem diferença no dia a dia da população. Mais das vezes, a batalha enfrentada em sala de aula é também uma questão de vida ou morte.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade