Quarta, 12 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Brasil pega Honduras na busca do ouro inédito


Publicado em 04 de agosto de 2012
Por Jornal Do Dia


Antes de encarar a seleção de Honduras, uma conversa descontraída do treinador Mano Menezes com os jogadores.

Newcastle (Reino Unido) – O Brasil enfrenta Honduras neste sábado, às 13h (horário de Brasília), pelas quartas de final dos Jogos de Londres, tentando manter vivo o sonho de conquistar o primeiro ouro olímpico do futebol do país, no Estádio St.James Park, em Newcastle, que estará lotado.

A pressão da conquista inédita, no entanto, não mexe com os jogadores. "Estamos muito tranquilos e concentrados", disse o lateral esquerdo Marcelo, antes do treino desta sexta-feira na Universidade de Newcastle, que durou duas horas e contou com um coletivo, comandado pelo técnico Mano Menezes.

O técnico da seleção brasileira não definiu a escalação que será usada na partida contra os hondurenhos, mas já antecipou que deve manter a "mesma linha" usada na primeira fase da competição.
A única dúvida na equipe brasileira é no ataque, entre Alexandre Pato e Leandro Damião.

O Brasil quer conquistar a primeira medalha de ouro em sua história, e apagar a fama de passar vexames históricos nas fases decisivas dos Jogos, como nas eliminações para Nigéria e Camarões, em Atenas 1996 e Sidney 2000, respectivamente.

A principal esperança dos brasileiros é Neymar, que vem em uma crescente nos Jogos Olímpicos e é o líder da seleção brasileira, o fator de desequilíbrio do time, tendo bons coadjuvantes como Oscar, Hulk e Leandro Damião.

Mano sofre muitas cobranças, pelo desempenho não muito satisfatório da seleção desde que assumiu e vê os Jogos como uma oportunidade para ganhar ainda mais confiança em seu trabalho, que visa a Copa do Mundo de 2014, que será disputada no Brasil.

Do outro lado, estará Honduras, que passou para a segunda fase do torneio no grupo da favorita Espanha, eliminada da competição sem marcar nenhum gol.
A principal virtude do time hondurenho é sua entrega defensiva, e os contra-ataques, que são quase sempre finalizados por Jerry Bengtson, que fez três gols e é o vice-artilheiro do torneio.

O técnico dos hondurenhos, o colombiano Luis Fernando Suárez, disse que sua equipe tem que "desfrutar" o confronto com o Brasil, ao invés de sofrer.
Suárez tem dúvida quanto às escalações de Roger Espinoza e Arnold Peralta, ambos com problemas físicos, mas deve escalar os dois e manter a base do time titular.

O treinador também pode optar por colocar Luis Garrido e Walter Crisanto em campo, como fez contra a Espanha, na tentativa de fortalecer seu sistema defensivo.

Brasil x Honduras

Local: Estádio St.James Park, em Newcastle às 13hs. Arbitragem: Félix Brych (Alemanha), auxiliado por seus compatriotas Mark Borsch e Stefan Lupp.

Brasil: Neto; Rafael, Thiago Silva, Juan e Marcelo; Rômulo, Sandro e Oscar; Neymar, Hulk e Pato (Leandro Damião). Técnico: Mano Menezes.

Honduras: José Mendoza; Arnold Peralta, José Velasquez, Johnny Leveron e Maynor Figueroa; Andy Najar, Roger Espinoza, Alfredo Mejía e Luis Garrido; Mario Martínez e Jerry Bengtson. Técnico: Luis Fernando Suárez.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE