Terça, 16 De Agosto De 2022
**PUBLICIDADE
Publicidade

Belivaldo vai a Lula para tentar tirar Rogério da disputa estadual


Avatar

Publicado em 29 de janeiro de 2022
Por Jornal Do Dia Se


O EX-PRESIDENTE LULA É O MAIOR INCENTIVADOR DA CANDITURA DE ROGÉRIO CARVALHO

A audiência solicitada pelo governador Belivaldo Chagas (PSD) ao ex-presidente Lula (PT), na última quarta-feira, em São Paulo, não foi para discutir “questões relativas ao futuro do Nordeste e do Brasil”, como explicou o governador nas redes sociais. Foi uma tentativa para abortar a candidatura do senador Rogério Carvalho (PT) ao governo do estado e criar clima para mais um famigerado acordão, tão tradicional na política sergipana.
Belivaldo quis aproveitar o interesse de Lula em ter o PSD em seu palanque ainda no primeiro turno, para mostrar que Sergipe poderia ser parte de um acordo neste sentido, desde que o PT retirasse a candidatura de Rogério para apoiar o nome governista, que nesse caso passaria a ser o do deputado federal Fábio Mitidieri (PSD). O PT seria contemplado com a candidatura da vice-governadora Eliane Aquino – viúva do ex-governador Marcelo Déda, fundador do PT e compadre do ex-presidente – ao Senado. Eliane, aliás, foi a intermediária da audiência no Instituto Lula.
A pré-candidatura de Rogério, que ontem se encontrou com Lula no mesmo endereço que Belivaldo, foi lançada em 2019 quando ele foi alçado a líder da bancada petista no Senado e passou a ser interlocutor quase diário do ex-presidente. Lula não foi apenas informado da sua pretensão, mas um dos maiores incentivadores.
O voto de Rogério favorável ao Orçamento Secreto, instrumento utilizado pelo presidente Bolsonaro para manter o apoio dos líderes do Centrão na Câmara, abalou a relação do senador com a direção nacional do PT, a ponto de a presidente, deputada Gleice Hoffmann (PR), ter divulgado nota repudiando o voto. Passado o episódio, Rogério voltou aos holofotes como pré-candidato e direito a afagos de Lula.
Após a morte de Déda, Rogério se transformou na maior liderança do partido. A sua surpreendente eleição em 2018 consolidou ainda mais esse papel. Pacificou o partido, abriu espaços para todas as correntes e estimula candidaturas para que o PT possa eleger bancadas relevantes para a Asssembleia Legislativa e Câmara dos Deputados, a exemplo da própria Eliane Aquino, que se prepara para ser candidata a deputada federal, liderando uma chapa com o deputado João Daniel e o ex-deputado Valadares Filho (PSB), caso seja mesmo fechada a Federação Partidária, em articulação a nível nacional – conta também com PV e PCdoB.
Rogério vem buscando apoio em todas as correntes partidárias, da mesma forma que fez em 2018 e em 2020. Nas eleições municipais apoiou candidatos em todos os municípios sergipanos. A partir do momento em que decidiu romper com o governador e apresentar a sua pré-candidatura a governador só vem conquistando apoios. A candidatura de Lula a presidente reforçará muito a sua campanha.
Em 2018, com Lula preso, Fernando Haddad – um nome desconhecido da maioria do eleitorado – ganhou em todos os municípios sergipanos. No primeiro turno obteve 50,09% (571.234 votos) contra 27,21% (310.310 votos) de Jair Bolsonaro. No segundo turno a votação de Haddad pulou para 67,54% (759.061 votos) contra 32,46% (364.860) de Bolsonaro.
Se a candidatura de Rogério parecia perder fôlego neste início do ano em função dos festejos natalinos e as férias, a visita de Belivaldo a Lula deu novo ânimo e obteve declarações de apoio do próprio ex-presidente. O senador será candidato mesmo que o nome escolhido por Belivaldo venha ser o deputado Mitidieri, que até poucos dias era considerado incomodo entre os alados mais próximos do governador, e o PSD nacional esteja coligado ao PT.
A ida de Belivaldo a Lula criou desconforto na sua base mais conservadora, a exemplo do deputado federal Laércio Oliveira (PP) e o ex-deputado André Moura (PSC), hoje dono de bom quinhão na máquina administrativa do estado e nome preferido para ser o candidato a senador, mesmo com a condenação no STF a oito anos de prisão e inelegibilidade de cinco anos.
Até o prefeito Edvaldo Nogueira ficou incomodado. O encontro ocorreu no mesmo dia que o prefeito assumiu a presidência estadual do PDT, depois de ter participado no final da semana da convenção nacional do partido que lançou a pré-candidatura de Ciro Gomes à presidência. O gesto de Belivaldo pareceu uma sinalização de que o nome do prefeito já estaria descartado do processo e que Mitidieri seria o candidato governista.
Foi Déda, ao derrotar João Alves Filho em 2006 e 2010, quem levou esse grupo ao poder há 16 anos. Desgarrado dos partidos conservadores que integram a coligação, nestas eleições Rogério tem a chance de devolver ao PT o comando do estado.

Projeto para Sergipe
O presidente estadual do PT, deputado federal João Daniel, enviou convocação para os presidentes dos Diretórios Municipais do PT em Sergipe, vereadoras e vereadores, vice-prefeitas e vice-prefeitos e prefeitos, para uma reunião a ser realizada neste sábado (29). “Vamos iniciar um debate sobre o projeto do nosso partido para o estado de Sergipe, com a presença do senador Rogério Carvalho e do Diretório e da Executiva Estadual do PT/SE”, informou.
A reunião será no Hotel Real Classic, na orla da Atalaia, das 9 às 12 horas.

Pesquisa presidencial
Nova pesquisa Ipespe, contratada pela XP Investimentos e divulgada nesta quinta-feira (27), mostra que o ex-presidente Lula (PT) segue na liderança da corrida presidencial com 44% das intenções de voto. Os outros candidatos, somados, têm 45% das intenções de voto. Lula, portanto, pode vencer a eleição já no primeiro turno. A pesquisa está registrada nos sistemas do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-06408/2022.
Atrás do petista aparecem Jair Bolsonaro (PL), com 24%, Sergio Moro (Podemos), com 8%, Ciro Gomes (PDT), com 8%, João Doria (PSDB), com 2%, e Simone Tebet (MDB) e Alessandro Vieira (Cidadania) com 1%. Felipe D’Ávila (Novo) não pontuou.
Em um cenário sem o ex-juiz Sergio Moro na disputa, Bolsonaro oscila dois pontos percentuais para cima (26%), Ciro Gomes vai para 9% e Doria para 4%. Na projeção sem o ex-magistrado, Lula venceria no primeiro turno, já que os outros candidatos somados teriam 43% enquanto ele permaneceria com 44%. No segundo turno mais provável, entre Lula e Bolsonaro, o petista registra 54% das intenções de voto e o atual chefe do governo somente 30%.

O TSE e o WhatsApp
O presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, reuniu-se nesta quinta-feira (27) com o chefe do WhatsApp, Will Cathcart, para debater as ações que serão implementadas pelo aplicativo de mensagens para combater notícias falsas e apoiar o processo eleitoral no Brasil para as Eleições 2022. Na ocasião, além do reconhecimento da importância da parceria e do constante diálogo com a autoridade eleitoral brasileira, foram tratados pontos específicos do programa de combate à desinformação, que conta com a colaboração do WhatsApp desde 2019.
A parceria entre TSE e WhatsApp prevê o desenvolvimento do assistente virtual (chatbot) oficial do TSE no aplicativo de mensagens, que auxiliará a instituição na comunicação com os eleitores, além de facilitar o acesso a serviços da Justiça Eleitoral, como consulta ao local de votação e acesso a informações sobre candidatos. Um canal de denúncias será criado para apontar contas de WhatsApp suspeitas de realizar disparos em massa, o que não é permitido na legislação eleitoral e nos Termos de Serviço do aplicativo.
Como parte dos esforços para a preparação das eleições, o WhatsApp também realizará sessões de diálogo e oferecerá cursos de capacitação para servidores dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) sobre o combate à desinformação na plataforma além dos canais e mecanismos de colaboração colocados à disposição da Justiça Eleitoral para facilitar o processo de comunicação com as autoridades. Na conversa, o WhatsApp também informou que não implementará novas funcionalidades no Brasil que possam impactar de forma significativa o uso da plataforma até o fim das eleições.

Jackson senador
O ex-governador Jackson Barreto defendeu a sua indicação como candidato ao senado pelo grupo governista. Ele disse merecer a vaga, pelo papel histórico que representa na política sergipana. O ex-governador confirmou que votará em Lula e sugeriu que a vaga do bloco ao senado seja decidida logo em fevereiro.
Em 2018, Jackson disputou e perdeu vaga para o senado juntamente com o ex-deputado federal André Moura (PSC), o outro citado para o cargo. JB ainda está no MDB, mas deve trocar de partido até ó mês de abril.

Piso dos professores
O presidente Jair Bolsonaro anunciou na quinta-feira o reajuste de 33,24% no piso salarial dos professores da educação básica. “É com satisfação que anunciamos para os professores da educação básica um reajuste de 33,24% do piso salarial. Esse é o maior aumento já concedido pelo governo federal , desde o surgimento da Lei do Piso”, afirmou. Em 2022, o valor será corrigido e o piso da categoria será de R$ 3.845,63.
A Confederação Nacional dos Municiíos (CNM) criticou a decisão e, em nota, disse que diante do cena?rio de incertezas quanto ao crite?rio e do impacto previsto, “a CNM, apo?s reunia?o da diretoria e do Conselho Poli?tico, recomenda que os gestores municipais realizem o reajuste com base no i?ndice inflaciona?rio ate? que novas informac?o?es sejam fornecidas pelo governo federal. A entidade vai continuar acompanhando a discussa?o do tema no a?mbito juri?dico a fim de garantir que haja clareza diante da indefinic?a?o criada”.

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade