Terça, 16 De Agosto De 2022
**PUBLICIDADE


Estadualizando a eleição


Avatar

Publicado em 08 de agosto de 2012
Por Jornal Do Dia


No dia de hoje ficam faltando exatamente 60 dias para as eleições municipais deste ano, que acontecem em 7 de outubro. O que vemos é uma campanha ainda morna, com poucos atos de campanha nas ruas e carros com adesivos.

Os cinco candidatos a prefeito em Aracaju estão reservando as manhãs para entrevistas em emissoras de rádio, discussão e gravação sobre o programa eleitoral gratuito no rádio e na televisão e no final de tarde caminhadas, mini carreatas ou panfletagens. Mas nada grandioso.

O candidato Almeida Lima (PPS) avança um pouco dos outros, quando coloca em seus atos de campanha estandartes com manchetes de jornais mostrando ações negativas dos governos anteriores, querendo passar que João Alves Filho (DEM), Valadares Filho (PSB) e Marcelo Déda (PT) fizeram pouco pelo Estado e que ele é a solução para Aracaju.

É uma tentativa clara de estadualizar as eleições municipais. Almeida, em todas as entrevistas que concede, sempre fala que o candidato João Alves Filho (DEM) foi governador por três vezes e não se reciclou, destruiu o meio ambiente na Coroa do Meio, fechou hospitais, destratou servidores públicos e esteve envolvido em processos como o Fubras e a Navalha, cuja Polícia Federal prendeu e algemou familiares e auxiliares do seu governo.

Com relação ao candidato Valadares Filho (PSB), sempre o vincula ao pai, o senador Valadares, que já foi governador do Estado. Isso porque o candidato é deputado federal com uma boa atuação parlamentar, é ficha limpa e não tem nada que o desabone.

Sem ter como denegrir a sua imagem, Almeida passa que ele será o continuísmo de um governo que fez promessas e mandou a polícia bater em servidores grevistas, se referindo ao pai, assim como do governador Marcelo Déda que segundo ele não disse para que veio. Diz ainda Almeida que é preciso acabar com o monopólio de um grupo político que está na Prefeitura de Aracaju há 12 anos.

É preciso municipalizar as eleições, com os debates e os focos sendo entre os cinco candidatos e seus projetos de governo.

Quanto ao aquecimento da campanha, ela só deve ocorrer mesmo após o início do programa eleitoral gratuito no rádio e na televisão, que começa no dia 21 deste mês.

Bastidores da
campanha 1

Informações chegadas à coluna dão conta que o motivo de um pré-candidato a prefeito ter desistido de registrar sua candidatura na Justiça Eleitoral, às vésperas do prazo final, foi ter aceitado receber dinheiro para negociar um débito pessoal de mais de R$ 3 milhões que vinha sendo cobrado por um agiota bem conhecido de Sergipe e com ficha criminal.

Bastidores da
 campanha 2

Segundo a fonte, um aliado do prefeito que disputa à reeleição foi quem fez a negociação. Ele pagou ao então candidato metade do valor que devia para desistir da candidatura e, consequentemente, pagar ao agiota se livrando da forte pressão e ameaça constante. Com a saída do páreo desse adversário que daria trabalho, a reeleição do prefeito será um passeio.

Gravação 1
Segundo o candidato a vice-prefeito José Carlos Machado (PSDB) , já começou a gravação dos candidatos da sua coligação para o programa eleitoral gratuito no rádio e na televisão, que começa no dia 21 de agosto. Revela que já foram gravados 60% dos programas dos vereadores.

Gravação 2
Revela Machado que no programa majoritário serão mostradas as propostas para Aracaju, os graves problemas da capital e enfatizado que se não mudar o gestor os problemas vão persistir. Será destacado ainda que o candidato a prefeito João Alves Filho (DEM) é um grande administrador.

O que falar
O que se comentou ontem nas rodas políticas é se a prisão de José Monteiro, irmão do prefeito Valmir Monteiro (PSC), afetará sua reeleição. Monteiro foi preso ontem pela polícia civil e militar, durante Operação Carcharodon, suspeito de integrar uma quadrilha envolvida com o tráfico de drogas.

Curiosidade
Três padres são candidatos a prefeito nas eleições deste ano em Sergipe. São eles: padre Gerard (PT), em Japaratuba; padre Inaldo (PCdoB), em Nossa Senhora do Socorro; e Padre Raimundo (PCdoB), em Cristinápolis.

Dados da
campanha 1

O município sergipano com maior número de candidatos a prefeito é Areia Branca, com seis candidatos. São eles: Acacia (PSB), Agripino (PSC), Júnior de Zé da Serraria (PMDB), Gia (PRB), Dr. João Olim (PSDB) e Renato da Eletrônica (PV).

Dados da
campanha 2

Um total de cinco municípios tem cinco candidatos a prefeito. São eles: Aracaju (João Alves (DEM), Valadares Filho (PSB), Almeida Lima (PPS), Vera Lúcia (PSTU) e Reynaldo Nunes (PV); Laranjeiras (Juca (PMDB), Irmão Josué (PCB), Laurêncio (PSOL), Dona Martha (PSC) e Dr. Ricardo (PPS); Pacatuba (Alexandre Martins (PSC), Diva (PMDB), Edson do Camarão (PMN), Drª Ligia (PP) e Luis Carlos (DEM).

Dados da
campanha 3

Ainda com cinco candidatos na disputa para prefeito os municípios: Poço Verde (Alexandre Figueiredo (PMDB), Igor Oliveira (PSC), Luis Américo PRB), Rafael de João de Abreu (PRP) e Thiago Doria (PSB); e São Cristóvão (Armando Batalha (PSB), Betinho (PRP), Prof. Wanderlê (PMDB), Carlos Vilão (DEM), Bispo do Gesso (PPS) e Prof. Luis Alberto (PSOL).

Dados da
campanha 4

Nove municípios tem quatro candidatos a prefeito: Aquidabã (prof. Claudiney (PRP), Eurico Souza (PSC), Carlinhos Santos (PMDB) e José Joliel (PRB); Cristinápolis (Dilene (PRB), Geraldo Oliveira (PTB), Manuelzinho (PSL) e Padre Raimundo (PCdoB); Estância (Carlos Magno (DEM), Gilson Andrade (PTC), Joaldo Santos (PT) e Márcio Souza (PSOL); Lagarto (Edla Ribeiro (PTN), Valmir Monteiro (PSC), Lila Fraga (PSDB) e Marcelio (PSOL).

Dados da
campanha 5

Também com quatro candidatos os municípios: Neópolis (Amintas Diniz (PSC), Miguel Lobo (PP), Dr. Luizinho (PTC) e Sebastião Martins (PSB); Porto da Folha (Dr. Albino (PSD), Gilmar Xavier (PMDB), Arnaldo do laboratório (PRP) e Dr. Araújo (PSB) e Tobias Barreto (Dilson de Agripino (PT), Popeye (PR), Pastor Chicão de Tito (PSOL) e Marcos Andrade (PPS).

Dados da
campanha 6

Os municípios com três candidatos são : Arauá (Dona Ana (PMDB), Chico Monteiro (PCB) e José Ranulfo (PSB); Barra dos Coqueiros (Airton Martins (PMDB), Gilmar Oliveira (PP) e Gilson dos Anjos (DEM); Boquim (Jean (PSD), Joel do Pastor (PR) e Chicão Almeida (PT); Brejo Grande (Anderson (PSB), Fernanda (PTC), Paulinho Tenório (PSC); Carira (Diogo Machado (PSD), Gilberto de Tonho de Nelson (PV) e Gilma (PSC); Carmópolis (Esmeralda (PT), Pablo Passos (PSL) e Volney Leite (PSC); Cumbe (Ninho do Povo (PT), Marcelo Moraes (PSD) e Terezinha Moura (PSC); Frei Paulo (Tom (PV), Wanderson PMDB) e Zé Arinaldo Filho (DEM).

Dados da
campanha 7

Ainda com três candidatos os municípios: Indiaroba (Adinaldo (PCdoB), Aías (PSL) e Zé Leal (PT); Itabaianhinha (Klecinho de farmacinha (PP), Peixe (PPS) e Robson da laranja (PSDB); Itabi (Valdione (DEM), Márcia de esmerina (PPS) e Dr. Rubens (PSD); Itaporanga (Carlinhos da Padaria (PTdoB), Cesar Mandarino (PSC) e Gracinha (PSDB); Japaratuba (Lara Moura (PR), Padre Gerard (PT) e Prof. João (PSOL) e Japoatã (Bruno Marcel (PV), Dr. Guimarães (PSD) e Telmo Guimarães (PSC); Moita Bonita (Gileson (PMN), Edmilson Sindô (PSC) e Marcos Costa (PMDB); Monte Alegre (Tonhão (PSC), Geraldo da Farmácia (PT) e Nena (PHS).

Dados da
campanha 8

Também com três candidatos a prefeito os municípios: Lourdes (Adiclei (PRB), Keto (PMN) e Fábio (PSD); Socorro (Fábio Henrique (PDT), Dr. Gilson (PCB) e padre Inaldo (PCdoB); Pinhão (Toi (PSD), Eduardo Marques (PSB) e Wanessa (PSC); Santana do São Francisco (Ernando Silva (PSC), Ricardo Roriz (PT) e Wagner de Barros (PTN); Santo Amaro (Dadau (PSC), João Marinho (PMDB) e Chileno (PSL); Simão Dias (Toinho Valadares (PPS), Zé Valadares (PSB) e Marival Santana (PSC), Siriri (Dal (DEM), Zé Rosa (PSB) e Zelina (PRB); e Tomar do Gerú (Auguistinho da Padaria (PPL), Vânio de Jaburu (PCdoB) e Pedrinho Balbino (PSC). Os demais municípios, com um total de 32, tem apenas dois candidatos a prefeito.

Estatística do TSE 1

Alcançado o prazo de 5 de agosto para o julgamento, pelos juízes eleitorais, dos pedidos de registro de candidaturas aos cargos de prefeito, vice-prefeito e vereador nas eleições deste ano, nos 5.568 municípios brasileiros, apenas 5% aguardam julgamento. No total, foram feitos 474.079 pedidos de registro e 95%, ou seja, 451.248 já foram julgados. Aguardam julgamento, portanto, 22.831.

Estatística do TSE 2
Esse prazo foi determinado pela Lei das Eleições (Lei 9504/1997). Nesses 15 anos de vigência da norma, o número de pedidos de registro de candidaturas para as eleições municipais de 2012 mostra-se significativamente superior ao dos pleitos anteriores. Em 2000, foram feitos 377.403 pedidos. Em 2004, 401.614. Em 2008, esse número chegou a 383.406 e, em 2012, solicitaram o registro de candidatura 474.079 pessoas.

Estatística do TSE 3
Dentre os pedidos analisados pelos juízes eleitorais, 413.198 foram aceitos e 21.823 foram negados. Alem destes, outros 2.502 pedidos aceitos estão pendentes da análise de recurso pelos Tribunais Regionais Eleitorais. Também em grau de recurso perante os TREs estão 5.674 tentativas de registros de candidaturas negadas.

Veja essa…
Diante do fato do candidato Almeida Lima (PPS) ter admitido que se eleito prefeito de Aracaju poderia convidar a professora Ubaldina Fonseca ou a professora deputada estadual Ana Lúcia (PT) para ser secretária municipal de Educação, o deputado estadual Augusto Bezerra (DEM) afirmou ontem na Assembleia Legislativa que se João Alves ganhar a eleição vai sugerir convidar o ex-presidente do Sintese, Joel Almeida, para ser seu secretário de Educação. Ao ser questionado pela imprensa se aceitará o convite, Joel, que estava na galeria da Casa, disse que só discutiria o assunto se o convite partisse do próprio João Alves.

Curtas
O candidato Valadares Filho participou ontem, às 17h30, panfletagem na Av. Marieta Leite com Adélia Franco.

Reynaldo Nunes, candidato a prefeito do PV, concedeu ontem pela manhã entrevista no programa de Evenilson Santana, na Liberdade FM. Já à tarde deu entrevista no programa de Jason Neto, também na Liberdade FM.
A candidata Vera Lúcia (PSTU) realizou ontem, às 7h, panfletagem na sede da Petrobras. Às 19, participou de reunião da Direção Municipal do PSTU, no sede do partido.

Já o candidato Almeida Lima (PPS) concedeu entrevista no programa de Gilmar Carvalho, na Ilha FM.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE