Quarta, 17 De Agosto De 2022
**PUBLICIDADE
Publicidade

Lágrimas de homem branco


Avatar

Publicado em 01 de junho de 2022
Por Jornal Do Dia Se


Rian Santos
[email protected]

Pergunto aos meus botões: Será que as lágrimas de Gusttavo Lima comoveram alguém? Não deveriam. Num país com mais 12 milhões de desempregados, inflação de dois dígitos, fome e informalidade crescente, dor de corno é privilégio de homem branco.
Os chifres na testa do cantor sertanejo levantam suspeitas pertinentes. Consta que uma prefeitura no fim do mundo convidou o artista para bater os parabéns no aniversário da cidade, a fim de presentear a população de 18 mil habitantes. O show foi contratado por R$ 1,2 milhões.
O cachê de Gusttavo Lima deu na vista, obrigou o Ministério Público a tomar providências. Em verdade, no entanto, o cantor foi traído pelas circunstâncias. Antes de a farra com os recursos de prefeituras minúsculas vir à tona, a turma do tal sertanejo universitário enchia a boca, a fim de denunciar uma suposta mamata, mantida com recursos derivados de renúncia fiscal bancada pela União – A Lei Rouanet. Por ironia do destino, a arrogância virou choro. Com os valores de seus cachês divulgados nas redes sociais, restaram os protestos de inocência e perseguição, os peões de shopping center estão encolhidos, com o chapéu de grife entre as pernas.
O conluio de prefeitos, artistas e empresários do entretenimento não é uma grande novidade. Diversos artistas do mesmo ramo já foram pegos com a boca na botija. Inusitada, no caso em questão, foi a reação do investigado. Vovó dizia: Quem não deve não teme. Gusttavo Lima chora.

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade