Terça, 09 De Agosto De 2022
**PUBLICIDADE
Publicidade

O belo caminho de Rebecca Melo


Avatar

Publicado em 19 de maio de 2022
Por Jornal Do Dia Se


No rastro de Anastácia e Marinês. Foto: Prity Reis

Às vésperas do primeiro ciclo junino realmente celebrado desde o início da pandemia, com festejos de corpo presente e tudo o mais a que a tradição local dá direito, nasce um álbum sergipano de forró tradicional, em tom de reverência à cultura regional. Neste 20 de maio, a cantora, compositora e jornalista Rebecca Melo lança ‘Caminho de volta’, álbum homônimo ao seu primeiro single, que no ano passado lhe abria as portas para o universo autoral.
Segundo Rebecca, o álbum é o ponto culminante de um trabalho que vem sendo gestado desde 2020, quando colocou sua trajetória artística definitivamente em defesa do forró tradicional.
“Naquele momento, além de pensar o show Rainhas do Forró, em homenagem a Marinês e Anastácia, me concentrei na produção de um álbum autoral, que trouxesse uma sonoridade própria, alicerçada na cultura regional e nas referências do forró, pelas quais fui e sou influenciada todos os dias. Caminho de Volta representa, portanto, o meu retorno definitivo a essas raízes, que se mostram em cada uma das nove faixas. Trago seis autorais e três músicas inéditas de outros compositores sergipanos, que são Ivan Reis; Joésia Ramos, Kleber Melo e Jardenia Leão; e Liu Poetisa de Japaratuba”, revela.
Entre as autorais, muitas parcerias com outros artistas sergipanos cujos caminhos com o dela se cruzaram. Além de Raquel Diniz em “Caminho de Volta”, Rebecca divide composições com Bob Lelis (Deixa Queimar); Lucas Campelo (Sem Dançar Contigo); Taíme Gouvea (Assovio do Vento); e sua mãe, Graça Melo (Nada Doce). “Flor do Sertão”, composta em parceria com Álvaro Müller, deverá ser lançada na sequência como single, feat Glória Costa e Lygia Carvalho, na formação do Nanã Trio.
Rebecca conta, ainda, que a realização do show vem para celebrar este importante momento da sua trajetória, trazendo as canções do álbum e outras tantas, para apresentar as referências que, ao longo da vida, influenciaram a artista, como Dominguinhos, Anastácia, Marinês, Luiz Gonzaga, dentre outros. A ideia é, segundo ela, “despertar a memória afetiva do público e a sensação de pertencimento associada às tradições juninas, à cultura regional”.
Para isso, ela sobe ao palco muito bem acompanhada por Denisson Cleber (baixo); Rafael Júnior (bateria); Missinho do Acordeon (sanfona); Evandro Schiruder (violões), que assina a produção musical do álbum; Felipe Zabumbada (zabumba), Fernanda de Aquino e Mamah (backing vocals); e Cláudia Cristine (triângulo), também responsável pela produção executiva, juntamente com Pétala Tâmisa. Alanna Molina se soma à equipe como assistente de produção.

‘Caminho de volta’ – realizado com o incentivo da Lei Aldir Blanc, através de edital da Funcap – ganha o mundo nesta sexta-feira, em todas as plataformas de streaming. O show de lançamento será realizado no mesmo dia, em palco erguido pelo Restaurante Vila Izaura (bairro Atalaia), às 20 horas.

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade