Sábado, 18 De Maio De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Depatri intensifica investigações de investidas criminosas praticadas pela internet em Sergipe


Avatar

Publicado em 09 de maio de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Sede do Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri).

Diante do cenário em que o Nordeste é líder em tentativas de fraude em compras online do País, conforme aponta o Mapa da Fraude, relatório da ClearSale, empresa relacionada à inteligência de dados e soluções antifraude, o Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri) tem intensificado as investigações de combate a crimes na internet. Além das investigações, o Depatri também traz orientações de segurança.
Conforme a pesquisa do Mapa da Fraude, os dados consolidados de 2023 mostram que o Nordeste registrou 42,6 milhões de pedidos, segundo estudo da ClearSale. Dentre os estados da região, Sergipe registrou 23,2 mil tentativas de fraude. Ainda conforme o levantamento, o valor das tentativas de fraudes no estado alcançam a marca de R$ 24,5 milhões.
É diante desse cenário de crescente tentativa de fraudes que a delegada Maria Pureza, da Delegacia de Repressão a Crimes Cibernéticos (DRCC), vinculada ao Departamento de Crimes Contra o Patrimônio (Depatri), fez o alerta sobre a necessidade de adotar cuidados na internet, principalmente quando o assunto envolve transações financeiras.
“O uso massificado da internet tem levado a população a fazer uso de aplicativos de e-commerce, que são as plataformas de compras on-line. Há uma praticidade e ganho de tempo, pois as pessoas fazem as transações ali no aplicativo, mas é preciso ficar alerta às fraudes e às tentativas de fraudes, pois a prevenção é a melhor forma de combater os crimes cibernéticos”, destacou a delegada.

Cuidados – Para evitar ser vítima de fraudes na internet, é preciso então tomar cuidados, assim como evidenciou a delegada. “O papel do consumidor que está ali na ponta da internet, em uma plataforma de e-commerce, por exemplo, é fundamental. É importante acessar um site confiável, se certificando de que a plataforma é oficial, pois há sites construídos de forma a induzir a vítima a erro”, alertou.
Além de verificar a autenticidade do site de e-commerce, é recomendável também manter senhas fortes e exclusivas para cada aplicativo. “Também é importante não clicar em links falsos e evitar utilizar redes wi-fi desconhecidas para fazer transações financeiras. Pois os dados podem acabar sendo furtados ali naquele momento”, complementou a delegada Maria Pureza, da DRCC.

Crimes mais comuns – Dentre as fraudes envolvendo transações financeiras na internet, Maria Pureza revelou que as práticas mais comuns registradas em Sergipe envolvem crimes de vantagem econômica. “Como estelionato eletrônico, furto mediante fraude eletrônica e extorsão ainda que seja mediante a utilização de uma informação falsa. Todos os crimes envolvendo vantagem econômica são os mais comuns praticados pela internet”, revelou Maria Pureza.
Nos casos em que a fraude foi concretizada, e a pessoa identificar que foi vítima de um golpe, é imprescindível procurar a Polícia Civil e registrar o boletim de ocorrência. “No momento em que tomar conhecimento de que foi vítima, guarde todas as informações, como os links, que são de suma importância para darmos início às investigações”, orientou a delegada Maria Pureza, integrante da DRCC.
A Polícia Civil solicita ainda que informações e denúncias que possam contribuir com as investigações de crimes praticados no ambiente virtual sejam repassadas à polícia por meio do Disque-Denúncia. O telefone é o 181. O sigilo do denunciante é garantido.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade