Sábado, 13 De Agosto De 2022
**PUBLICIDADE
Publicidade

Homem que agrediu advogada em Itabaiana depõe e fica solto


Avatar

Publicado em 17 de junho de 2022
Por Jornal Do Dia Se


No seu depoimento à DAGV de Itabaiana, Alex alegou que estava embriagado enquanto abordou a advogada e que bateu nela porque teria se sentido humilhado com a recusa dela em dançar forró com ele.

Gabriel Damásio

O paulista Alex Gomes dos Santos, 31 anos, confessou que agrediu uma advogada na madrugada da última segunda-feira, em um show da Festa dos Caminhoneiros, em Itabaiana (Agreste). Ele se apresentou na tarde desta quarta-feira, quando esteve na sede da Delegacia Regional de Itabaiana e prestou depoimento à equipe da Delegacia de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV). Segundo a Polícia Civil, Alex não estava em situação de flagrante e, por isso, não ficou preso, mas continuará respondendo a processos.
O acusado foi reconhecido em imagens de câmeras de segurança do circuito da festa, cedidas à Polícia pela empresa que fez a segurança do evento. Elas mostram o momento em que Alex importuna a advogada, insistindo que ela dançasse com ele, vai embora e, 10 minutos depois, retorna ao local e acerta um violento soco no rosto da vítima, que chegou a desmaiar. Ela teve fraturas no nariz e nos ossos da face, as quais tiveram que ser corrigidas com uma cirurgia no Hospital da Unimed, em Aracaju.A mulher, que terá seu nome preservado a pedido da família, recebeu alta na tarde de terça-feira e deve continuar o tratamento em casa.
No seu depoimento à DAGV de Itabaiana, Alex alegou que estava embriagado enquanto abordou a advogada e que bateu nela porque teria se sentido humilhado com a recusa dela em dançar forró com ele. No mesmo depoimento, ele se disse “arrependido” do que fez. Estas mesmas alegações foram repetidas em uma entrevista que o acusado, antes de depor, deu ao canal do radialista Luís Carlos Focca, no site Itnet. Alex segurava um livro, que parecia ser uma bíblia, e chegou a chorar durante a entrevista.
O delegado regional da cidade serrana, Tarcísio Tenório, disse que varias testemunhas do fato também prestaram depoimentos, além do acesso às imagens das câmeras de segurança. “Foram tomadas providências imediatas, como é de costume de atendimentos graves como esses. As câmeras foram analisadas e imagens foram divulgadas na imprensa. Com toda a repercussão do caso, o autor da agressão se apresentou na delegacia”, detalhou Tarcísio, em entrevista divulgada pela Secretaria da Segurança Pública (SSP).
O inquérito policial sobre a agressão sofrida pela advogada continua em andamento e deve ser concluído em até 30 dias, conforme a previsão legal. A expectativa é de que Alex seja indiciado por crimes como importunação e lesão corporal grave.

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade