Sábado, 06 De Agosto De 2022
**PUBLICIDADE
Publicidade

Jô Soares recebe homenagens após sua morte, ontem, em São Paulo


Avatar

Publicado em 06 de agosto de 2022
Por Jornal Do Dia Se


Rian Santos
riancalangodoido@yahoo.com.br

Ontem, a internet inteira mandou um beijo para o gordo. Profissional a serviço de um jornal impresso, guardei o meu para hoje. É pouco, eu sei, quase nada. Mas é decoração.
É comovente, isso de um barbado mandar um beijo, num gesto largo, movido por carinho genuíno, sem pruridos de macho, sem arrotos de homão.
Homem não chora, aprende a engolir seco desde criança. Jô, no entanto, distribuía beijos, rebolava, desmunhecava, enxergava sempre o melhor nos outros. Ao lembrar a infância de André Abujanra, durante entrevista, por exemplo, não hesitou um segundo: menino lindo!
Bom seria se cada um de nós, homens feitos, fosse um pouquinho mais viado, um tantinho de nada mais sensível, coração aberto, a exemplo de Jô. Um beijo rasgado, coisa pouca, a desafiar os estatutos, a convenção.

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade