Domingo, 07 De Agosto De 2022
**PUBLICIDADE
Publicidade

Prefeito visita palácio com empresários para reforma


Avatar

Publicado em 10 de maio de 2022
Por Jornal Do Dia Se


O Palácio Inácio Barbosa, mais conhecido como a antiga sede da Prefeitura de Aracaju. Foto: Ana Lícia Menezes

O Palácio Inácio Barbosa, mais conhecido como a antiga sede da Prefeitura de Aracaju, poderá ser transformado em uma Pinacoteca. As discussões para transformação do imóvel em um novo destino cultural da cidade tiveram início na tarde desta segunda-feira (9), em visita técnica ao local, realizada pelo prefeito Edvaldo Nogueira, pelo presidente do Instituto Pedra, Luiz Fernando de Almeida, e pelo diretor da empresa Amora Natureza e Cultura, Carlos Amorim. Ao fazer a inspeção do imóvel, o gestor da capital destacou que a vistoria “é o primeiro passo dentro do projeto de restauração de um dos mais importantes prédios da capital sergipana”.
“Essa é uma obra com a qual sonhamos há muitos anos e que estamos, finalmente, vendo a possibilidade de se tornar real. Esse prédio é muito importante para a nossa cidade, é um imóvel histórico, de 1923, que foi erguido no governo de Graccho Cardoso e que, inclusive, tive a alegria de poder despachar nele quando fui vice-prefeito e prefeito, na minha primeira gestão. Infelizmente, depois que a sede da Prefeitura foi transferida, esse local ficou abandonado. Quando retornamos à Prefeitura, em 2017, chegamos a buscar uma parceria com uma universidade, que acabou não dando certo, mas agora conseguiremos e isso me deixa muito feliz”, afirmou Edvaldo.
Para a realização da obra, o prefeito esclareceu que a administração municipal iniciou o processo de consultorias com empresas interessadas em contribuir com a execução do projeto. “Estamos buscando apoio logístico da iniciativa privada para nos ajudar a tornar esse sonho realidade. Nossa ideia é fortalecer o polo cultural de Aracaju, transformando esse espaço, que já foi do poder público, em um ambiente cultural. Temos consciência de que é apenas o começo de um longo percurso que temos pela frente, mas estamos esperançosos de que, em dois anos a obra estará concluída para inaugurarmos a Pinacoteca, um espaço exclusivo para as produções artísticas do nosso estado e que será um ponto de encontro desta rica cultura sergipana”, frisou Edvaldo.
Para o diretor da empresa Amora Natureza e Cultura, Carlos Amorim, a restauração do Palácio Inácio Barbosa “vai além de uma obra de recuperação de um prédio público”. “É um projeto que vai possibilitar a criação de uma área em que a arte sergipana poderá conversar com o país, ganhando a visibilidade que merece. É claro que restaurar esse prédio espetacular, nobre, que foi sede do governo municipal por muitos anos, é algo muito importante, mas é uma iniciativa que vislumbra mais do que isso. Então, espero muito que dê certo. Iniciamos essa conversa com o prefeito Edvaldo Nogueira no ano passado e hoje estamos vistoriando o local e discutindo sobre a possibilidade de utilizar esse espaço como destinos cultural e social, diferentes”, expressou.
Da mesma forma, o presidente do Instituto Pedra, Luiz Fernando de Almeida, enalteceu a importante “vocação do prédio”. “É um imóvel que não está cumprindo a sua função há muito tempo e que tem uma enorme vocação de se tornar um equipamento cultural para o povo sergipano. Então, a ideia é pensar nas possibilidades de recuperação, de financiamento, de uso das leis de incentivo, de pensar neste equipamento e no papel que ele pode ter perto de outras experiências, de outros equipamentos similares no país, e, a partir disso, encontrar o caminho que a Prefeitura, a população de Aracaju pensa como o melhor para recuperar esse patrimônio que é tão importante para a cidade”, salientou.

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade