Sexta, 23 De Fevereiro De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Edvaldo lança pacote de obras e deve emplacar candidatura do seu preferido


Avatar

Publicado em 03 de fevereiro de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Com o início das obras de reestruturação da Avenida Tancredo Neves, na última terça-feira (30), o prefeito Edvaldo Nogueira abriu o pacote de 24 obras previstas no contrato de financiamento de 105 milhões de dólares – cerca de R$ 500 milhões – junto ao Novo Banco do Desenvolvimento (NBD), comandado pela ex-presidente Dilma Rousseff. O conjunto de obras do programa “Aracaju Cidade do Futuro” garante ao prefeito maior protagonismo nas eleições municipais.
Além das grandes obras, Edvaldo está conseguindo emplacar junto ao governador Fábio Mitidieri (PSD) e a maior parte dos líderes do bloco governista o nome do secretário Luiz Roberto (PDT) como pré-candidato à sua sucessão. A única objeção parte do ex-deputado André Moura (União), seu maior aliado até o ano passado, que pretende lançar a candidatura da filha, a deputada federal Yandra Moura (União), apenas para evitar a hegemonia de Edvaldo nas eleições de 2026, quando os dois pretendem disputar vagas para o Senado Federal.
Eleito em 2017 e reeleito em 2020, Edvaldo deixou para o final da sua administração a execução do maior volume de obras na cidade com o nítido objetivo de influenciar na eleição de seu sucessor. Muitas das 24 obras incluídas no programa estarão sendo licitadas e/ou iniciadas durante o processo eleitoral, num pleito que não tem nenhum candidato favorito.
Se já teria um papel preponderante na campanha de 2024 por ter reorganizado a cidade e garantido o pagamento aos servidores, fornecedores e prestadores de serviços após a desastrada gestão João Alves Filho (2013-2016), o pacote de obras – todas de grande porte – tende a impressionar ainda mais. E reforça o discurso raivoso da vereadora Emília Correia (PRD), que deverá ser a principal candidata da oposição.
As obras que já estão aptas para serem licitadas dentro do programa têm previsão de execução de cerca de três anos -, ou seja, ao menos dois anos do mandato do futuro prefeito da capital. E se o eleito for adversário do atual prefeito e não considerar prioritárias as obras contratadas na atual gestão? Podem alegar que uma administração é impessoal, mas Aracaju e outros municípios já acompanharam a paralisação de muitas obras que estavam em andamento e foram abandonadas pelos administradores eleitos.
Entre as obras anunciadas e que já podem ser objeto de licitação, estão a infraestrutura do canal da Zona de Expansão; a infraestrutura dos loteamentos Porto do Gringo, Monte Belo, Vila Ana, Recanto da Jaqueira, Paraíso do Sul, Veneza II, Visconde de Maracaju II, São Sebastião, Parque Mar e Sol, Diana; além da implantação do sistema de drenagem na travessa Monteiro Lobato, no bairro Atalaia.
Ao todo, serão realizadas 24 obras na capital com o programa “Aracaju Cidade do Futuro”, as quais incluem saneamento básico, drenagem, pavimentação e recuperação de vias. Além dos projetos cujas licitações foram autorizadas, também integram o pacote de investimentos a dragagem do rio Poxim; a infraestrutura do canal do Médici; a infraestrutura do canal da Zona de Expansão; a ampliação do canal da avenida Anízio Azevedo; a infraestrutura dos bairros Areia Branca e Mosqueiro; o saneamento integrado dos loteamentos Jardim dos Coqueiros, Costa Verde I e II; Estrada do Aloque e a recuperação dos corredores de transporte das avenidas Visconde de Maracaju e Maranhão.
No discurso que fez ao anunciar a licitação das primeiras obras, Edvaldo disse que esse é um projeto que acalanta há bastante tempo, desde que foi iniciado o projeto de reconstrução da capital, em 2017. “Ali, já sonhávamos em deixar um legado para a cidade, projetando-a para o futuro, como faremos a partir deste programa. Nos próximos três anos, Aracaju se tornará um verdadeiro canteiro de obras, modificando ainda mais a vida dos aracajuanos, e tenho a alegria de ser o gestor que possibilitará essa verdadeira mudança no cenário da nossa capital. Sempre governei pensando nas pessoas e isso está se reafirmando agora, com este projeto que é um marco para a nossa cidade e que a tornará um verdadeiro modelo de desenvolvimento urbano sustentável para o país, a partir dessas obras de infraestrutura, de saneamento básico e de mobilidade urbana”, destacou Edvaldo.
Mesmo com as obras em andamento e a responsabilidade de continuar gerindo a cidade, Edvaldo Nogueira garante que não estará ausente da campanha de Luiz Roberto. Diz que participará diariamente de todos os atos da campanha realizados a partir das 18 horas e nos finais de semana.
Ao contrário de todas as previsões, Edvaldo poderá concluir o seu mandato ainda com força política e capacidade de mobilização.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade