Sábado, 15 De Junho De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Elenco rubro está fechado com o técnico


Publicado em 17 de maio de 2024
Por Jornal Do Dia Se


O meia Natan sabe que o Sergipe não terá vida fácil contra a equipe do Petrolina (Divulgação)

A péssima performance do Sergipe no Brasileiro da Série D, fez com que os boatos sobre a saída do treinador Marcelo Matelotte, tomasse conta das rodas esportivas e das conversas nas mesas de bares. Até mesmo no Mundão do João Hora reservadamente, houve quem comentasse sobre essa possibilidade. 
Mas no elenco os jogadores não querem saber dessa conversa e trabalham duro, para que o time volte a se reencontrar com as vitorias. Comapenas um ponto ganho e na sétima posição do Grupo A4, o Sergipe recebe o Petrolina no próximo sábado, às 16h, na Arena Batistão. O objetivo do grupo é conquistar uma vitória, até porque vai jogar em casa e contará com o apoio da torcida.
Ainda sem vencer na Série D do Campeonato Brasileiro, o Sergipe se prepara para receber o Petrolina neste sábado, em casa, pela quarta rodada da competição nacional.
Assim como o Gipão, o adversário também não conseguiu vencer e é o lanterna do Grupo A4. Nem por isso, o meia Natan espera vida fácil.
– As expectativas são sempre as melhores possíveis. Sobre pegar o lanterna do grupo, isso acaba sendo indiferente, porque a gente sempre entra com mesma postura, o que muda são só alguns lances que a gente vê do adversário e trabalha em cima disso. Mas por ser o lanterna, a gente não acha que vai ser um jogo mais fácil e vai entrar com uma boa postura para sair de lá com a vitória – disse.
Uma das coisas que vêm causando preocupação na equipe colorada é o setor defensivo. Depois de um bom início de ano, sofrendo apenas sete gols em todo o estadual, a meta do Sergipe foi vazada a mesma quantidade de vezes em apenas três jogos. Por isso, o foco está em melhorar esses números.
– Explicar é uma coisa complexa no futebol. A gente tem que focar no que precisa fazer agora para melhorar e não buscar explicações, mas buscar a melhora nos próximos jogos para poder sair com a vitória. A defesa é o time todo, então, está todo mundo nesse barco e vai todo mundo trabalhar para fazer um bom desempenho – afirmou.
O jejum de vitórias vem aumentando a pressão por resultados. No último jogo do Sergipe, a torcida vaiou e fez cobranças direcionadas principalmente ao treinador Marcelo Martelotte. Apesar disso, Natan garante que o grupo está fechado com o comandante.
– A torcida cobrar é normal, ela está no direito, até porque o resultado não veio e no futebol é normal. Está todo mundo fechado, porque é o melhor a se fazer, estar todo mundo fechado e focado na vitória e a gente acredita que vai virar esse jogo – finalizou.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE