Sábado, 06 De Agosto De 2022
**PUBLICIDADE
Publicidade

Caso de mulher barrada em Tribunal alerta sobre discriminação de vestimentas


Avatar

Publicado em 30 de julho de 2022
Por Jornal Do Dia Se


“Esse fato lamentável infelizmente não foi isolado. Outras situações similares já aconteceram em unidades do Tribunal de Justiça e demonstram um frágil acolhimento à população.” Foto: Arte/Sindijus

Em uma unidade do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE), na capital Aracaju, uma mulher foi humilhada ao ser impedida de entrar, por não estar com roupas “adequadas”. Mesmo questionando a segurança do fórum sobre a atitude, a vítima foi impedida de entrar no local e só pode participar da audiência após vestir uma blusa emprestada.
A situação, que foi gravada e compartilhada pelo advogado da vítima, André Barros, mostra uma mulher negra, que iria participar de uma audiência de instrução, na semana passada. O vídeo acabou viralizando, provocando a reação de sindicatos e de advogados que criticaram a postura que vem sendo recorrente nos tribunais de Justiça do país.
O Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário do Estado de Sergipe publicou uma nota lamentando situações constrangedoras dessa natureza que se repetem com frequência nas portarias dos fóruns do Judiciário sergipano.
“Esse fato lamentável infelizmente não foi isolado. Outras situações similares já aconteceram em unidades do Tribunal de Justiça e demonstram um frágil acolhimento à população. Barrar uma mulher que estava com roupa que não atendeu ao perfil aceito no TJ representou falta de respeito e exclusão da diversidade social e de gênero,” diz a coordenadora de Mulheres, LGBTQI e Políticas Sociais do Sindijus, Sonale Freitas.

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade