Sábado, 13 De Agosto De 2022
**PUBLICIDADE
Publicidade

Corpo é encontrado esquartejado em Itabaiana


Avatar

Publicado em 23 de junho de 2012
Por Jornal Do Dia


Armas apreendidas com o acusado do crime

O corpo foi encontrado num saco na periferia de Itabaiana

Gabriel Damásio
gabrieldamasio@jornaldodiase.com.br

Um novo assassinato com requintes de crueldade chocou os moradores de Itabaiana (agreste do Estado) durante a manhã de ontem: o corpo de Jonas de Jesus Santos, 24 anos, que estava desaparecido desde o sábado passado, foi encontrado esquartejado em um terreno baldio do bairro Bananeira, periferia da cidade, dentro de um saco de nylon e com seus pedaços misturados a nove quilos de sal. O local, próximo ao Açude da Marcela, um conhecido ponto turístico local, foi apontado pelo traficante Cosme Ramos de Andrade, 31, que confessou o crime e foi preso em flagrante por policiais da Delegacia Regional de Itabaiana.
Cosme já era investigado pela polícia por conta de sua atuação no tráfico de drogas. Segundo o delegado André David, responsável pelo caso, o suspeito foi detido quando os policiais foram até a residência da namorada de Cosme, em um local conhecido em Itabaiana como "Vila de Zé de Melinha", para cumprir um mandado de prisão expedido pela Justiça. "Chegando à residência, ele estava no local portando uma arma de fogo, e o prendemos em flagrante pelo porte ilegal de arma. Como nós já estávamos apurando o desaparecimento do Jonas e havia denúncias anônimas afirmando que o Cosme tinha matado o rapaz, perguntamos a ele sobre isso no interrogatório. Aí, ele confessou o crime e mostrou o local onde jogou o corpo", disse David.
Ainda segundo o delegado, Cosme revelou os detalhes do assassinato de Jonas com muita frieza e sem demonstrar arrependimento. Na noite do dia 16, os dois discutiram dentro da casa do acusado, onde a vítima esteve para comprar drogas. Durante o desentendimento, o traficante sacou uma arma e atirou na testa de Jonas, que morreu na hora. "Ele alega que foi em legítima defesa, mas nós trabalhamos com outra hipótese, relacionada a uma dívida do tráfico, porque a vítima foi morta na casa do autor do fato. Além do que, o Jonas estava armado com um facão e Cosme tinha um revólver", apontou o delegado, relevando que, depois de atirar, Cosme tomou o facão da vítima e a usou para cortar seu cadáver.
O traficante disse ainda que, depois do esquartejamento, colocou os despojos em um saco e jogou sal dentro dele, para aplacar o mau cheiro. "Ele permaneceu ainda 24 horas com o corpo na sua casa e, no dia seguinte, ele saiu com o saco e abandonou o corpo na estrada" completou David. A polícia confirmou que Cosme já foi preso e processado por dois homicídios e por tráfico de drogas. Agora, ele foi indiciado por porte ilegal de arma, homicídio qualificado e ocultação de cadáver. O facão e o revólver usados no crime e foram apreendidos e enviados para perícia.
O local indicado envolve uma curiosidade ainda mais chocante: foi o mesmo terreno onde, em 30 de maio de 2011, foi encontrada uma caixa de papelão com o corpo de Fernanda Teixeira de Andrade, 16 anos, assassinada a facadas por uma adolescente que, à época, tinha 14 anos e também confessou o crime. O episódio ficou conhecido como o "Crime da Caixa" e também abalou Itabaiana, ganhando repercussão nacional. 

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade