Sexta, 12 De Agosto De 2022
**PUBLICIDADE
Publicidade

Da sala de aula para o emprego


Avatar

Publicado em 08 de julho de 2012
Por Jornal Do Dia


O diretor regional do Senac em Sergipe, Paulo do Eirado Dias Filho

Quando você manda consertar um microcomputador, senta na cadeira de um cabeleireiro, de uma manicure, ou dirige-se a um mestre de cozinha, pode estar diante de um ex-aluno do Serviço Nacional do Comércio (Senac). Com dezenas de cursos profissionalizantes oferecidos na capital e interior de Sergipe, esta entidade coloca anualmente uma gama de profissionais no mercado de trabalho. Segundo o diretor regional do Senac em Sergipe, Paulo do Eirado Dias Filho, somente em 2011 foram feitas 18.228 matrículas no estado. Ele também revela que neste ano cerca de 60% das vagas oferecidas pelo Senac são gratuitas.

JORNAL DO DIA – O Senac forma quantos profissionais por ano em Sergipe?

PAULO DO EIRADO – Em Sergipe, no ano de 2011, tivemos 18.228 matrículas efetivas em cursos de Educação Profissional nas suas diversas modalidades. Tendo um total de 20.247 atendimentos incluindo palestras, seminários, feiras e mutirões.

JD – Quais os cursos mais procurados pelos sergipanos e, ao todo, quantos e quais são oferecidos pelo Senac?

PE – Nosso portfólio de curso é bem diversificado e atende setores do comércio de bens, serviços e turismo. Os segmentos de cursos mais procurados são os de Informática, destacando os cursos de Informática Básica; Recursos Avançados do Word e Excel; Corel Draw e Montagem e Manutenção de Microcomputador.  Também são bem procurados os cursos de Escrituração Fiscal, Emissão de Nota Fiscal, Auxiliar de Pessoal, Vendedor e Pregão Eletrônico e Presencial, além do Segmento de Imagem Pessoal com cursos de Cabeleireiro e Depilador.

JD – Qual o índice de formados absorvidos pelas empresas sergipanas?

PE – O público têm diversos motivos para procurar os cursos do Senac, seja buscando o primeiro emprego, ou para aperfeiçoamento, especialização, e ainda  para geração de renda. Mantemos um serviço de colocação no emprego, o Banco de Oportunidades, onde nossos egressos efetuam cadastro e gratuitamente os empresários utilizam-se deste banco de dados para obter encaminhamento de candidatos. Faz parte deste serviço a Sala do Empresário que cedemos gentilmente para que façam seus processos seletivos.
É um serviço novo, mas gradualmente melhora o aproveitamento de nossos alunos pelas empresas. Ano a ano a procura vem aumentando, principalmente no final do ano com as contratações para atender as demandas sazonais de final de ano.

JD – O Senac oferece bolsas de estudo. O que o jovem deve fazer para ter direito a este benefício?

PE – O Senac mantém diversos programas regionais e nacionais com objetivo de atender alunos gratuitamente. Os principais são Programa Senac Gratuidade (PSG), que oferta cursos totalmente gratuitos em todo Estado de Sergipe;  Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC), que oferta cursos técnicos ao alunos matriculados no ensino médio da rede de educação pública, à população de baixa renda, aos beneficiários do Seguro Desemprego e outros; Programa de Acessibilidade que oferece cursos gratuitamente para pessoas com deficiência; Programa Adolescente Aprendiz, empresas contratam jovens,  que são capacitados gratuitamente pelo Senac, tendo a oportunidade de trabalhar e estudar, durante 12 meses.  Ações em parceria com Municípios, Estado e outros que oferecem cursos gratuitos. Neste ano, cerca de 60% das vagas oferecidas pelo Senac serão gratuitas aos alunos. Cada programa tem critérios próprios de participação. Mais detalhes podem ser obtidos no site www.se.senac.br.

JD – Os preços cobrados pelo Senac estão dentro da realidade local?

PE – O Senac oferece cursos nas diversas modalidades de educação profissional, cursos de capacitação, programas sócio-profissionais, aperfeiçoamento, cursos de habilitação técnica, pós-graduação lato sensu, e outras. Cada modalidade tem seu público alvo definido, seus custos com materiais, o período de cada formação, o que define os preços. Normalmente nossos preços são bem acessíveis. Cito alguns exemplos: Informática Básica – duas parcelas de R$ 117,00; Estratégia em vendas – R$120,00;
Cozinheiro Básico – seis parcelas de R$ 96,00; Maquiagem – três parcelas de R$ 90,00; e Recursos Avançados de Word e Excel – R$ 216,00.

JD – O Senac tem uma parceria com o governo de Sergipe visando a formação de profissionais?

PE – Temos forte parceria com a Secretaria de Estado de Inclusão e Desenvolvimento Social, que permite nosso atendimento a pessoas que residem em comunidades em situação de vulnerabilidade e risco social. Os cursos ofertados oferecem condições de geração de renda e acesso a informações básicas para a melhoria da qualidade de vida. Também, a Fundação Renascer, as secretarias de Turismo, da Educação, do Trabalho, da Cultura, dentre outras são sempre presentes em nossos convênios. Com essas parcerias temos a oportunidade de levar educação profissional a todos os 75 municípios sergipanos.

 JD – Além do governo estadual, o Senac tem parceria com outras empresas e instituições visando a formação de profissional?

PE – Mantemos parcerias e convênio com diversos governos municipais, associações e sindicatos, todas objetivando levar a educação profissional a todos os segmentos. Dentre os vários convênios podemos citar os firmados com as seguintes entidades: Associação dos Comerciantes de Material de Construção de Sergipe, Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Estado de Sergipe, Sindicado dos Servidores do Judiciário do Estado de Sergipe, Associação dos Lojistas do Riomar Shopping Aracaju, Sindicato das Empresas de Assessoria, Perícia, Informações e Pesquisas e das Empresas de Serviços Contábeis do Estado de Sergipe, Defensoria Pública do Estado de Sergipe, além das Prefeituras de Tomar do Geru, Riachuelo, Aracaju, Estância, Canindé do São Francisco, Tobias Barreto, Itabaiana, Lagarto, Nossa Senhora da Glória e muitos outros.

JD – Além de Aracaju, o Senac também oferece cursos no interior sergipano?

PE – Temos atualmente unidades em Aracaju, Itabaiana, Lagarto e Tobias Barreto. Como também a Unidade Móvel, que atua em todo interior de Sergipe através das carretas-escolas, dos nossos diversos veículos utilitários e nos locais cedidos em parceria com prefeituras e associações. No ano de 2010 o Senac, junto com seus parceiros, levou cursos de educação profissional aos 75 municípios sergipanos, fato inédito em um mesmo exercício e que nos enche de orgulho e coragem para repetir o feito.

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade