Quarta, 29 De Junho De 2022
**PUBLICIDADE
Publicidade

Homem é preso após esfaquear e matar a cunhada na frente dos filhos em Lagarto


Avatar

Publicado em 22 de junho de 2022
Por Jornal Do Dia Se


Ele foi flagrado tentando matar a ex-esposa e acertando uma facada no pescoço de Edilene, que era irmã da primeira vítima.

Agentes da Polícia Civil, apoiados pelo Grupamento Tático Aéreo (GTA), prenderam ontem à tarde, na zona rural de Lagarto (Centro-Sul do Estado), o ex-presidiário Jailson Souza Silva, o “Mangueirão”, apontado como autor do feminicídio de Edilene Maria dos Santos, crime ocorrido no final da tarde dessa segunda-feira, no povoado Gameleira, no mesmo município. Ele foi flagrado tentando matar a ex-esposa e acertando uma facada no pescoço de Edilene, que era irmã da primeira vítima.
Segundo a polícia, a irmã da vítima teve um relacionamento longo com Jailson, mas tinha alguns problemas mentais e terminou o casamento porque era bastante agredida e maltratada por ele. Edilene acolheu a irmã na casa dela e, quando Jailson soube disso, foi atrás dela para forçá-la a reatar a união. O embate entre o ex-casal aconteceu no campo de futebol do povoado.
Testemunhas descrevem que, durante o conflito, o criminoso arrastou a ex-mulher pelos cabelos e tentou matá-la, mas Edilene impediu e conseguiu livrar a irmã das mãos do agressor. Nesse momento, Jailson sacou uma faca e desferiu um golpe fatal no pescoço da vítima, que morreu no local. Toda a cena foi presenciada pelos seis filhos da vítima e por outros familiares dela, que entraram em pânico ao ver a dona de casa ferida e perdendo muito sangue. As imagens gravadas por um celular e que circularam nas redes sociais mostram toda a cena do crime e são muito fortes.
Equipes da Polícia Militar e da Delegacia Regional de Lagarto chegaram primeiro ao povoado e identificaram Jailson como autor do crime. Ele já tinha conseguido fugir do local.As incursões da Polícia Civil para prendê-lo foram impulsionadas nesta terça-feira, com ajuda do helicóptero do GTA. O suspeito foi encontrado no povoado Fazenda Grande, localidade que fica próximo onde o crime foi praticado. A delegada Vanessa Feitosa, titular da Delegacia de Atendimento aos Grupos Vulneráveis de Lagarto, informou que o suspeito será indiciado por crime de feminicídio. Ele já teve passagem pelo sistema prisional pelo crime de roubo. (Gabriel Damásio)

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade