Quarta, 10 De Agosto De 2022
**PUBLICIDADE
Publicidade

Prefeitura diz que vai disponibilizar especialistas para escola


Avatar

Publicado em 06 de maio de 2022
Por Jornal Do Dia Se


Até o próximo dia 20 de maio a Prefeitura de Aracaju garante que a Escola Municipal Doutor Carvalho Neto estará disponibilizando profissionais pedagogos, responsáveis pelo cuidado de estudantes público-alvo da educação especial.

Até o próximo dia 20 de maio a Prefeitura de Aracaju garante que a Escola Municipal Doutor Carvalho Neto estará disponibilizando profissionais pedagogos, responsáveis pelo cuidado de estudantes público-alvo da educação especial. A garantia foi apresentada por meio de nota pública compartilhada na manhã de ontem, por intermédio da Secretaria Municipal da Educação (Semed), depois que Nathalia Medeiros – mãe de uma criança diagnosticada com autismo -, decidiu denuncia a impossibilidade de seu filho frequentar as aulas na unidade de ensino. A criança possui sete anos de idade. Segundo a administração municipal, duas especialistas estão em processo de contratação, na fase de entrega de documentos.
Se mostrando revoltada com o cenário enfrentado, a denunciante destacou que o ano letivo nas unidades educacionais administradas pela Prefeitura de Aracaju começaram no dia 07 de março, mas desde então segue com o serviço especializado indisponível. Amanhã, sábado dia 07, completam exatos dois meses desse início das atividades de educação base. Ao JORNAL DO DIA Nathalia Medeiros informou que decidiu buscar os veículos de comunicação por não aturar mais respostas apontadas por ela como: ‘nada condizentes com a verdade’. Desde a primeira quinzena de março deste ano ela alega receber pedidos de paciência, supostamente indicando que o problema será solucionado em curto prazo.
“Já são dois meses com essa ladainha. Como disseram agora que vão resolver em até 15 dias, já serão mais de dois meses com meu filho sem poder participar das atividades, socializando com as demais crianças e evoluindo no tratamento que exige continuidade. O que acontece na escola é uma falta de senso social, protetivo e cuidado com as crianças que precisam de uma atenção especial. Espero que dessa vez o prazo seja respeitado e meu filho possa voltar a estudar”, disse. A Semed informou que a mãe do garoto será previamente comunicada do dia em que poderá conduzir a criança até a Escola Municipal Doutor Carvalho Neto.

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade