Sábado, 06 De Agosto De 2022
**PUBLICIDADE
Publicidade

Prefeitura inicia processo de diálogo para indenização e realocação de moradores


Avatar

Publicado em 17 de junho de 2022
Por Jornal Do Dia Se


Noventa famílias serão reassentadas ou indenizadas em virtude da nova avenida.

Com a proximidade do início das obras da avenida Perimetral Oeste, que abrirá um nova via na zona Oeste da capital sergipana, a Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semfas) e da empresa Diagonal Social realizou uma reunião de entrada do Programa de Requalificação Urbana da Região Oeste de Aracaju.
O encontro contou com a participação de representantes de 90 famílias que serão reassentadas ou indenizadas em virtude da nova via que passará pelo local onde elas vivem, atualmente, e apresentou a empresa que vai trabalhar com as questões técnico-social da obra.
Fruto de um investimento de R$ 100 milhões, a partir do convênio com o Banco Interamericano do Desenvolvimento (BID), a Perimetral Oeste ligará Aracaju, por meio do bairro Bugio, ao município de Nossa Senhora do Socorro, uma construção que vai trazer desenvolvimento, mobilidade urbana e qualidade de vida para os bairros que serão ligados por ela.
Assim, a reunião serviu para definir os detalhes sobre a retirada das pessoas que moram na localidade onde acontecerá a primeira etapa da obra, bem como foi ocasião para apresentar o escritório local da Diagonal Social, empresa responsável pelo trabalho técnico-social da obra, e também para esclarecimento de dúvidas dos moradores.
A secretária municipal da Assistência Social, Simone Passos, explica que a reunião é mais um dos processos realizados pela Prefeitura para que todos os moradores que serão atingidos pelas obras possam receber atendimento necessário para garantir o direito a uma moradia digna ou de uma indenização justa pela retirada do imóvel do local onde passará a nova via da cidade.
“Agora, estamos em uma nova etapa, mas já tivemos a de identificação das famílias que serão atingidas com a construção da Perimetral, tivemos as audiências públicas que debateram o assunto entre esses moradores e chegamos à etapa de negociações, tanto para as indenizações como para a realocação de famílias que moram em imóveis alugados. Vamos começar as tratativas com essas famílias, vamos ouvi-las e tratar as demandas para poder dar início à retirada e, dessa maneira, poder dar início à obra, sem deixar de garantir uma moradia digna para essas pessoas”, frisa Simone.
De acordo com a assistente social, Ayara Vanderlei, que faz parte da equipe que coordena os trabalhos técnico-social da Diagonal Social, na obra, a empresa vai trabalhar em Aracaju ao longo de todos os meses que estiverem ocorrendo a construção da avenida, prestando assistência à população e, para esta primeira etapa, o objetivo da reunião foi apresentar o novo local de referência para atendimento à essas pessoas que já estão sendo assistidas pela empresa no processo pré-obra e explicar o trabalho da equipe, no decorrer da construção.
O escritório local da Diagonal Social, que atenderá os moradores atingidos pelas obras da avenida Perimetral Oeste, funcionará a partir da próxima segunda-feira, 20, no Instituto e Creche Menino Jesus, localizado próximo à avenida Santa Gleide, no bairro São Carlos em Aracaju.

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade