Segunda, 08 De Agosto De 2022
**PUBLICIDADE
Publicidade

Terceirizados do Huse recebem salário atrasado


Avatar

Publicado em 14 de junho de 2012
Por Jornal Do Dia


Cândida Oliveira
candidaoliveira@jornaldodiase.com.br

Os servidores terceirizados da área de limpeza do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse) realizaram seus trabalhos normalmente no dia de ontem. Nesta terça, eles fizeram uma mobilização a fim de obter um posicionamento no tocante ao pagamento do salário referente ao mês de maio, que já estava com sete dias de atraso.
O assessor de comunicação da Fundação Hospitalar de Saúde – que administra a unidade de saúde, José Castilho de Jesus, informou que os servidores terceirizados que prestam serviço ao órgão começaram a receber, na própria terça, o salário, vales-transporte e tickets refeição, em cumprimento ao acordo realizado durante reunião na noite de segunda-feira entre a fundação e a empresa Transurh Recursos Humanos, que contratou os trabalhadores.
"Todo o pagamento foi regularizado ainda na terça-feira pela manhã, incluindo o salário, ticket alimentação e vale transporte", informou. Castilho procurou deixar claro que existe toda uma relação profissional e contratual de trabalho, na qual a empresa vencedora de licitação tem a responsabilidade de cumprir, como prevê a legislação que exige a execução do serviço ofertado nas normas estabelecidas no ato do contrato, independentemente de qualquer situação. "A FHS honrou seus compromissos. Um exemplo disso é que na primeira reunião de trabalho da nova diretoria da fundação, o assunto teve prioridade e no dia seguinte o pagamento foi regularizado", ressaltou.   
O assessor enfatizou também que por nenhum momento os trabalhadores deixaram de fazer a limpeza do hospital, no dia 12 de junho. Castilho falou ainda sobre a forma de treinamento dos servidores que realizam higienização das unidades hospitalares da FHS, explicando que cada local tem higienização diferenciada e as enfermeiras estão aptas a realizarem o serviço em alguns espaços.
Segundo ele, existem dois tipos de servidores que realizam  higienização, sendo que os recolhem o lixo hospital recebem treinamento básico e os que fazem a higienização setorial em áreas críticas como Ala Vermelha e Amarela recebem treinamento dos enfermeiros encarregados do setor.  
Sobre o atraso do pagamento dos fornecedores que ofertam serviços a FHS, Castilho informou que a Fundação Hospitalar de Saúde já começou o processo de negociação com cada empresa e que está analisando a situação individualmente para possível quitação da dívida.

**PUBLICIDADE
Publicidade


Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE
Publicidade


**PUBLICIDADE
Publicidade