Terça, 23 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Governo investirá R$ 300 milhões em saneamento básico na capital


Avatar

Publicado em 01 de maio de 2013
Por Jornal Do Dia


O governador Marcelo Déda anuncia investimentos de R$ 300 milhões em água e esgoto

O governo do Estado vem discutindo a regularização do fornecimento de água em diversos municípios e as obras que vão garantir que Aracaju tenha 95% do seu território com saneamento básico, fruto de um investimento de R$ 300 milhões captados do Governo Federal, que também será utilizado para regularização da oferta de água em Sergipe.
Os assuntos foram tema de reunião ocorrida ontem, 30, entre o governador Marcelo Déda e os secretários de Estado da Casa Civil, Silvio Santos; do Desenvolvimento Urbano, Lúcia Falcón, além do presidente da Companhia de Saneamento de Sergipe (Deso), Sérgio Ferrari.
De acordo com Marcelo Déda, este investimento levará Aracaju a alcançar um indicador histórico e de destaque dentre as capitais brasileiras. "95% da capital será servida por esgotamento sanitário, tanto na captação quanto no tratamento. Essa liberação nós obtivemos junto ao governo da presidenta Dilma Rousseff, incluída no PAC2, e que foi publicada no Diário Oficial da União há dois dias", anunciou o governador, em relação aos R$ 300 milhões que serão investidos, sendo R$ 150 milhões no esgotamento da zona Norte de Aracaju, e R$ 150 milhões na ampliação da oferta de água em vários municípios.
"Orientei ao presidente da Deso que estes investimentos sejam licitados na forma do Regime Diferenciado de Contratação (RDC), que é mais ágil, de modo que possamos dar início o mais breve possível a esse importante investimento. Deveremos estar assinando ordens de serviço e deflagrando esses processos por volta do dia 15 de maio", afirmou o governador.
O governador também foi informado do lançamento de duas licitações de obras de fornecimento de água, a duplicação da adutora Sertaneja, que vai aumentar o fornecimento de água na região de Nossa Senhora da Glória, viabilizando a regularização do fornecimento em municípios como Moita Bonita, Nossa Senhora Aparecida e São Miguel do Aleixo, além da adutora que reforçará o fornecimento para Itabaianinha e Tomar do Geru.
Além disso, ainda segundo o chefe do Executivo, a extensão da rede de abastecimento permitirá alcançar vários povoados da região que atualmente não contam com fornecimento regular. "Esses são recursos que serão revertidos para beneficiar diretamente essas regiões graças a uma parceria exitosa que mantemos com o Governo Federal", complementou.
A adutora que fornecerá água para Tomar do Geru e Itabaianinha fará a captação em Umbaúba, substituindo as antigas instalações por uma adutora com sistemas mais potentes reforçando a capacidade de distribuição e normalização do abastecimento.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade