Domingo, 14 De Abril De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Já são cinco os mortos em explosão de edifício residencial


Avatar

Publicado em 03 de janeiro de 2024
Por Jornal Do Dia Se


OS BOMBEIROS ENCERRARAM ONTEM AS BUSCAS POR SOBREVIVENTES NOS ESCAMBROS DO PRÉDIO QUE DESABOU NO BAIRRO SANTOS ANTONIO (Divulgação/SSP)

Milton Alves Júnior
 
Após 72 horas de atuação, agentes do Corpo de Bombeiros Militar (CBMSE), encerraram no final da manhã de ontem as buscas por vítimas sob os escombros do prédio residencial que explodiu parcialmente na manhã do último domingo, 31 de dezembro, na Avenida João Ribeiro, bairro Santo Antônio, zona Norte de Aracaju. A explosão foi provocada por um botijão de gás.
Conforme notificado pelo Instituto Médico Legal (IML), apesar do trabalho unificado desenvolvido pelas equipes de resgate, o impacto do desabamento contribuiu para que cinco pessoas fossem removidas dos escombros sem vida. Por parte da Secretaria de Estado da Saúde (SES), foi informado que ao menos 14 vítimas apresentando ferimentos leves e/ou graves, foram atendidas inicialmente pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).
Pela pasta foi confirmado que um idoso de 70 anos segue acolhido em estado grave na ala vermelha do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), zona Norte da capital sergipana. Sedado e recebendo ventilação mecânica, o paciente teve cerca de 90% do corpo queimado pela explosão de gás, a qual culminou no dano estrutural e consecutivo colapso. Pela direção do Huse foi confirmado também ao JORNAL DO DIA que um jovem de 18 anos continua internado na Unidade Mista Cirúrgica (UMC) da unidade hospitalar e acompanhado pela equipe multidisciplinar. Ele continua consciente e orientado, em acompanhamento oftalmológico e aguarda nova avaliação da especialidade de Neurocirurgia.
Na tarde da última segunda-feira (1), foi sepultado no município sergipano de Japoatã – 94 km de distância de Aracaju -, os corpos de Isla Solimar Batista Santos e Weslly André Santos, ambos de 20 anos. Casados, a dupla residia há dois anos no local, e estavam vivenciando o processo final de mobília da residência. De acordo com Lídia Araújo dos Santos, tia de Isla Solimar, a sobrinha trabalhava na função de recepcionista de uma loja de rações, enquanto o marido era eletricista. “Estamos todos impactados com essa tragédia. No domingo pela manhã Isla conversou com a mãe e disse que iria com o marido para uma confraternização. Desejaram feliz ano novo, e logo no início da tarde soubemos da tragédia”, disse.
A Secretaria de Estado da Segurança Pública anunciou na manhã de ontem que inquérito policial para estudar este sinistro foi instaurado pela 3ª Delegacia Metropolitana. Conforme destacado pelo delegado André Gouveia – responsável por coordenar este trabalho -, testemunhas serão convidadas para prestar depoimento, bem com o proprietário do prédio. Entre as buscas por informações pontuais, os peritos da Polícia Civil querem saber se porventura a explosão foi provocada de maneira culposa, ou acidente em virtude da vulnerabilidade do sistema de gás. O prazo inicial de análise é de 30 dias úteis.
**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade