Quinta, 30 De Maio De 2024
       
**PUBLICIDADE
Publicidade

Jovem morre e dois ficam feridos em ataque no Bairro América


Avatar

Publicado em 11 de abril de 2024
Por Jornal Do Dia Se


Seguem em observação médica, dois jovens com idades entre 17 e 20 anos, os quais foram atingidos na noite da última terça-feira (9), por disparos de arma de fogo no cruzamento entre a Avenida Brasil e a Rua Maria Pureza, no Bairro América, zona Norte de Aracaju. No momento do ataque, cinco jovens estavam reunidos; dois não tiveram ferimentos, e um morreu horas após. A vítima fatal chegou a ser atendido por profissionais do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e conduzido para o setor de traumas do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), mas não resistiu aos ferimentos e morreu na madrugada de ontem. O corpo foi sepultado no turno da tarde.
Pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP/SE) foi informado que a Superintendência da Polícia Civil instaurou inquérito com a finalidade de identificar o nome e possível local onde os suspeitos da ação estejam resguardados. Coordenado por profissionais do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), as primeiras informações compartilhadas por testemunhas indicam que um carro, na cor vermelha, teria transitado com baixa velocidade, e, homens dentro do automóvel realizaram os disparos. Neste primeiro momento não foi informado pelos órgãos oficiais se os jovens atingidos possuem possível envolvimento com atos infracionais ou passagens pelo sistema socioeducativo e/ou penitenciário. As investigações seguem por tempo indeterminado.
O governo do estado pede que denúncias anônimas contendo informações capazes de colaborar com as investigações sejam apresentadas ao setor de inteligência da Polícia Civil. O compartilhamento destes dados deve ser feito a qualquer hora do dia por meio do Disque-Denúncia (181). O sigilo é garantido. Profissionais do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (CIOSP 190) também permanecem à disposição para encaminhar as informações para o setor de inteligência da Polícia Civil. A expectativa é que câmeras de segurança, instaladas pelo governo do estado na região colaborem com as análises. Imagens capturadas por monitoramento patrimonial também devem contribuir com os estudos.

**PUBLICIDADE



Capa do dia
Capa do dia



**PUBLICIDADE


**PUBLICIDADE
Publicidade